Com gol nos acréscimos, Atlético-MG vence Fluminense de virada e segue vivo

Em jogo marcado por arbitragem polêmica e final emocionante, time mineiro leva a melhor e reduz para seis pontos a distância para o líder

iG São Paulo * | - Atualizada às

O jogo deste domingo no Estádio Independência, em Belo Horizonte, era encarado como uma decisão pelo Atlético-MG . Para seguir sonhando com o título do Brasileirão , os jogadores e a comissão técnica sabiam que era necessário vencer o confronto direto com o Fluminense e reduzir a desvantagem para o líder. O resultado positivo acabou se concretizando de maneira emocionante. Nos acréscimos, o zagueiro Leonardo Silva marcou o gol que determinou a vitória por 3 a 2 dos mineiros.

A vitória do Atlético-MG sobre o Fluminense foi um resultado justo? Comente

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Leonardo Silva comemora gol da vitória do Atlético-MG

O próprio Leonardo Silva foi protagonista de um lance controverso no primeiro tempo. Em uma cobrança de falta, Ronaldinho chutou longe do alcance de Diego Cavalieri e balançou as redes. A arbitragem, no entanto, anulou o gol, alegando que o zagueiro empurrou os jogadores do Fluminense na barreira.

Veja a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Todos os gols da partida foram marcados no segundo tempo. O Fluminense saiu na frente com Wellington Nem. Jô marcou duas vezes e virou para o Atlético-MG, que tomou o empate com gol de Fred aos 40 minutos. Mas Leonardo Silva apareceu no fim para dar a vitória que mantém o time mineiro com esperanças de título no campeonato.

O resultado reduz a distância entre os dois primeiros colocados na tabela de classificação para seis pontos. O Fluminense permanece com 69 pontos e vê o Atlético-MG chegar aos 63, restando seis rodadas para o fim do Brasileirão.

Na próxima rodada, o Fluminense terá pela frente o Coritiba, no Engenhão, na quinta-feira. Já o Atlético-MG só vai voltar a campo só na quarta-feira da outra semana, quando terá pela frente o Flamengo, em Belo Horizonte.

Veja fotos dos jogos deste domingo pelo Campeonato Brasileiro

O jogo
O confronto começou em ritmo acelerado, com as duas equipes buscando o ataque. No entanto, foi o Atlético-MG que teve a primeira boa chance de marcar, aos oito minutos. Em contra-ataque rápido, Bernard tocou para Jô dentro da área e o atacante finalizou com estilo para grande defesa de Diego Cavalieri. O Fluminense errava muitos passes no meio e não levava perigo ao gol de Victor.

Aos poucos, a velocidade da partida foi diminuindo, mas os donos da casa passaram a ter o controle das ações ofensivas. Aos 16 minutos, Guilherme recebeu lançamento na área e chutou por cima do travessão. Cinco minutos depois, o Atlético-MG teve um gol anulado no Independência. Em cobrança de falta perfeita de Ronaldinho Gaúcho, o árbitro marcou falta de Leonardo Silva, que empurrou a barreira.

O lance inflamou a torcida, que passou a criticar a arbitragem, mas fez os mineiros crescerem dentro do jogo. A partir dai, o Atlético-MG dominou a posse de bola e criou boas chances de abrir o placar. Aos 27 minutos, em contra-ataque rápido, Guilherme colocou Bernard na cara do gol, mas o atleticano chutou em cima de Diego Cavalieri. No rebote, Jô cabeceou, mas viu Gum salvar.

Somente aos 31 minutos, o Fluminense conseguiu criar sua primeira chance de gol. Deco lançou Wellington Nem, que ficou de frente para Victor. No entanto, o atacante atrapalhado pelo goleiro e pelo zagueiro Leonardo Silva, não finalizou e viu a zaga mineira tirar o perigo. A resposta do Atlético-MG veio seis minutos depois, com Marcos Rocha, que recebeu passe de Guilherme dentro da área e chutou para boa defesa de Diego Cavalieri.

Nos minutos finais, o Atlético-MG fez uma verdadeira blitz no campo carioca e colocou a bola duas vezes na trave. Na primeira, Ronaldinho lançou Bernard, que chutou cruzado, mas Diego Cavlieri tocou na bola e a viu bater na trave esquerda. Depois, Jô recebeu cruzamento rasteiro e finalizou. A bola bateu na ponta do pé de Gum e foi no travessão. Assim, o duelo foi para o intervalo com a igualdade sem gols.

O segundo tempo começou com o Atlético-MG pressionando os cariocas. Os mineiros rondavam a área, mas não conseguiam criar grandes chances. Como em muitos jogos deste Brasileiro, o Fluminense só precisou de uma oportunidade para colocar a bola para rede adversária. Aos dez minutos, em um contra-ataque rápido, Wellington Nem recebeu passe dentro da área e finalizou no canto esquerdo de Victor para calar o Independência.

O revés foi sentido pelos atleticanos, que viram o Fluminense crescer na partida durante alguns minutos. No entanto, os donos da casa quase empataram aos 16 minutos. Leandro Donizete arriscou de fora da área e viu a bola bater na trave carioca. Não demorou muito e o Atlético-MG conseguiu o empate. Aos 23 minutos, Ronaldinho Gaúcho tocou para Jô, que chutou cruzado sem chance para Diego Cavalieri.

Depois da igualdade, o Atlético-MG partiu para cima do Fluminense, mas sofria com os erros. Só que aos 36 minutos não teve jeito. Bernard fez belo cruzamento e achou Jô. O atacante cabeceou cruzado e colocou na rede carioca para decretar a virada mineira.

Quando parecia que os donos da casa conseguiram sair com a vitória, o Fluminense mostrou a força do líder do Campeonato Brasileiro. Aos 39 minutos, Carlinhos cruzou rasteiro e Fred apareceu para se antecipar à marcação e esticar o pé para fazer empatar novamente a partida.

Nos minutos finais, o Atlético-MG pressionou o Fluminense e foi recompensado com o gol da vitória aos 47 minutos. Ronaldinho Gaúcho cruzou na medida para Leonardo Silva cabecear para a rede e dar a vitória para os mineiros. Assim, os donos da casa seguem na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-MG 3 X 2 FLUMINENSE
Local:
Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de outubro de 2012 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Freitas (BA)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Kléber Lúcio Gil (SC)
Cartões amarelos: Pierre e Júnior César (Atlético-MG); Deco, Fred, Diguinho e Carlinhos (Fluminense)

Gols:
ATLÉTICO-MG: Jô, aos 23 e 36 minutos do segundo tempo, e Leonardo Silva, aos 47 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Wellington Nem, aos dez minutos do segundo tempo; Fred, aos 39 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre (Leonardo), Leandro Donizete, Guilherme (Neto Berola) e Ronaldinho; Bernard (Richarlyson) e Jô
Técnico: Cuca

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho (Samuel), Diguinho, Deco (Wagner) e Thiago Neves (Rafael Sóbis); Wellington Nem e Fred
Técnico: Abel Braga

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: atlético-mgfluminensebrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG