O volante Gilberto Silva não digeriu bem o empate sem gols contra o Coritiba, neste sábado, em pleno estádio Olímpico

Gilberto Silva corre para ficar com a bola
Divulgação/Grêmio
Gilberto Silva corre para ficar com a bola

O empate com o Coritiba , neste sábado, foi o terceiro seguido do Grêmio no Campeonato Brasileiro e pode ter um preço alto ao final da 32ª rodada. Gilberto Silva não digeriu bem o 0 a 0 em pleno estádio Olímpico porque sabe que a equipe desperdiçou chance de colocar pressão sobre o vice-líder Atlético-MG.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Saímos com um grande prejuízo. Distancia mais de quem está na nossa frente", lamentou o capitão gremista. Com o terceiro posto na competição, o Grêmio teria, hoje, uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores de América, o que não basta para o treinador Vanderlei Luxemburgo.

"Hoje, estamos classificados para a primeira fase da Libertadores. Mas vamos atrás de uma vaga direta. Essa é a nossa realidade. Nós temos seis jogos para buscar a vice-liderança", disse o comandante gremista.

Leia mais:  Grêmio esbarra na retranca do Coritiba e tropeça mais uma vez

Marcelo Grohe também acredita que o Grêmio possa alcançar o Atlético-MG, que tem duelo dificílimo contra o Fluminense, no complemento da rodada. "Está totalmente alcançável esse segundo posto, mas temos que melhorar. É possível", comentou o goleiro tricolor.

Além das conseqüências na disputa com os mineiros, o empate com o Coritiba também abre espaço para que o São Paulo encoste de vez no Grêmio. Caso vença o Flamengo, o tricolor paulista ficará a apenas um ponto de distância, com um confronto direto a ser disputado no Olímpico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.