Elias brilha, Atlético-PR bate o Vitória em Salvador e entra no G4

Com o resultado, o time de Curitiba chegou ao quinto triunfo consecutivo, ultrapassou o São Caetano e chegou ao G4 da Série B

Gazeta |

A tarde em Salvador foi perfeita para o Atlético-PR. Mesmo com a pressão da torcida no Barradão, o Atlético-PR não se intimidou e, aproveitando o desespero do Vitória, construiu o placar de 2 a 0. Com o resultado, o time de Curitiba chegou ao quinto triunfo consecutivo, ultrapassou o São Caetano e chegou ao G4 da Série B do Campeonato Brasileiro com 58 pontos. Já o Vitória caiu para a terceira posição, atrás dos líderes Criciúma e Goiás.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Dispensado pelo Atlético-GO no meio do ano, o meia Elias foi o grande destaque da partida. Além de marcar o primeiro gol paranaense, o armador participou da jogada do segundo, puxou os contra-ataques e assustou o goleiro Deola em chutes de fora da área.

Na próxima rodada, a 32ª da competição nacional, o Atlético-PR volta a Curitiba, onde recebe o Guarani, às 15 horas (de Brasília) de terça-feira, no estádio Janguitão. No mesmo dia, mas ás 19h30, o Vitória viaja para Maceió, onde encara o desesperado CRB no estádio Rei Pelé.

O jogo

O duelo rubro-negro começou equilibrado, e a primeira chance, dos paranaenses, saiu apenas aos 11 minutos. O volante Deivid aproveitou cruzamento do ex-santista Maranhão e bateu por cima do gol de Deola. No lance seguinte, Willie pegou o rebote de Weverton e marcou para o Vitória, mas o bandeira assinalou impedimento da revelação.

Os baianos chegaram mais uma vez ao ataque, dessa vez com Pedro Ken. O meia arriscou de fora da área assustou Weverton para levantar a torcida no Barradão. O Atlético-PR também respondeu rapidamente, com Marcão cabeceando para defesa de Deola.

A melhor oportunidade da partida, no entanto, ocorreu aos 32 minutos, quando o meia Henrique rolou para Elias chegar batendo com força e carimbar o travessão baiano. Na volta do intervalo, o camisa 10 voltou a aparecer em passe de Henrique e, de pé direito, abriu o placar para os visitantes. Em seguida, o lateral esquerdo Pedro Botelho tentou simular pênalti, levou segundo amarelo e foi expulso pelo árbitro, deixando os visitantes com um a menos.

No desespero, o Vitória se atirou ao ataque e Marquinhos foi travado na entrada da pequena área no momento em que finalizaria para o gol. O ímpeto dos mandantes deixou espaços na defesa e o Atlético-PR não desperdiçou. O atacante Marcelo recebeu de Elias, foi à linha de fundo e cruzou para o centroavante Marcão tirar de Deola e ampliar a vantagem curitibana.

A boa partida de Elias fazia com que todos companheiros procurassem o meia para as jogadas e, em uma delas, o camisa 10 soltou uma bomba e a bola foi na rede pelo lado de fora, assustando a torcida baiana. A melhor chance, no entanto, saiu de cruzamento de Maranhão para Welligton Saci, mas o ex-corintiano mandou para fora de maneira bisonha.

O Atlético se segurava na defesa com tranquilidade e ainda conseguiu marcar o terceiro, mas o bandeira assinalou impedimento claro do centroavante Marcão. O gol não fez falta e o time comandado por Ricardo Drubsky administrou o resultado para se garantir no G4.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: série bvitóriaatlético-pr

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG