Barcelona sofre, mas bate La Coruña com um a menos e três gols de Messi

Após abrir 3 a 0, o Barcelona permitiu a reação do La Coruña, mas venceu o jogo por 5 a 4

Gazeta |

O Barcelona parecia caminhar para uma goleada tranquila neste sábado, quando abriu vantagem de 3 a 0 sobre o Deportivo La Coruña nos primeiros 18 minutos atuando fora de casa neste sábado. No entanto, a equipe catalã viu o adversário reagir e diminuir a diferença, mas venceu por 5 a 4.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores


A vitória foi garantida por Messi, que marcou três gols no dia em que se tornou pai para trazer os três pontos a Barcelona. Outros destaques da partida foram Fabregas, com três assistências, Jordi Alba, que marcou contra e a favor, Mascherano, que deixou o Barcelona com um a menos aos cinco minutos do segundo tempo, e Pizzi, que marcou dois gols para o Deportivo la Coruña.

A reação da equipe galega marcou um feito notável: o Barcelona não sofria quatro gols em uma partida oficial há três anos. Em primeiro de março de 2009, a equipe perdeu por 4 a 3 para o Atlético de Madri pelo Campeonato Espanhol.

Leia mais:  Com novo feito de Cristiano Ronaldo, Real Madrid vence o Celta de Vigo

Assim, o Barcelona chega aos 22 pontos e segue na liderança do Campeonato Espanhol, mantendo a vantagem de oito pontos sobre o arquirrival Real Madrid, quarto colocado. O Atlético de Madri, com 19 pontos, joga no domingo e pode alcançar o time catalão. Enquanto isso, o Deportivo la Coruña segue na 18ª posição com seis pontos.

O jogo -  Jordi Alba abriu o placar aos três minutos recebendo passe em profundidade de Fabregas para finalizar cara a cara com Aranzubia. Aos oito minutos, quem marcou foi Cristian Tello recebendo de Messi pela direita, cortando o marcador e batendo ao gol.

O argentino fez o seu aos 18 minutos recebendo mais uma assistência de Fabregas, que rolou de calcanhar para o atual melhor jogador do mundo pegar de direita na área. A reação da equipe galega começou aos 22 minutos, quando Riki acertou a trave ao cabecear um cruzamento de Laure.

Cinco minutos depois o árbitro Paradas Romero marcou um pênalti polêmico de Mascherano: além da própria falta ser duvidosa, o lance foi fora da área. O português Pizzi não se importou e converteu. Aos 37, Alex Bergantiños bateu de fora da área e contou com a colaboração de Victor Valdés para marcar o segundo do Deportivo.

Grande garçom da partida, Fabregas voltou a servir Messi aos 44 minutos. O argentino recebeu passe em profundidade na área e bateu cruzado de direita para marcar seu segundo gol na partida e fazer o Barcelona chegar ao intervalo com dois gols de vantagem.

Pizzi, no entanto, não demorou a diminuir novamente a diferença na segunda etapa, mais uma vez de bola parada. Dessa vez, o atacante marcou em cobrança de falta direta aos três minutos. Dois minutos depois, Mascherano cometeu falta sobre Riki, recebeu o segundo cartão amarelo e dificultou a tarefa do Barcelona.

Aos 52, Messi quase marcou seu terceiro gol no jogo, mas viu sua cobrança de falta direta atingir a trave. O argentino insistiu e deixou o placar em 5 a 3 aos 33 minutos batendo na área após driblar dois marcadores. Dois minutos depois Jordi Alba marcou contra a própria meta ao tentar cortar cruzamento e devolveu a emoção ao jogo, mas a partida terminou com vitória do Barcelona por 5 a 4.


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG