Lúcio Maranhão ultrapassou os atacantes Neto Baiano, do Vitória, e Neymar, do Santos, na disputa pelo título de maior goleador do país na temporada

Time que tem o maior artilheiro do Brasil em 2012, o ASA-AL venceu o Ceará por 3 a 0 na noite desta sexta-feira, no estádio Municipal de Arapiraca, pela 31ª rodada da Série B do Brasileirão. O segundo gol da equipe foi o 39º no ano de Lúcio Maranhão, que ultrapassou os atacantes Neto Baiano, do Vitória, e Neymar, do Santos, na disputa pelo título de maior goleador do país na temporada.

Antes, Lúcio Maranhão já havia servido Didira, para que o placar fosse aberto em Arapiraca. Leandro Chaves também balançou a rede antes do fim. Com a vitória, o ASA-AL, que não possui mais pretensões neste campeonato, chegou a 40 pontos e assumiu a 11ª colocação provisória - ainda há jogos da rodada neste sábado.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Se antes do jogo desta sexta-feira a possibilidade de acesso já era mínima para o Ceará, agora ela é praticamente remota. Entre uma combinação de resultados, o time precisa de sete vitórias nas sete partidas restantes para o final do campeonato. O time soma 45 pontos, 12 a menos que o São Caetano, primeiro clube dentro do G-4. Na próxima rodada, o Ceará recebe o Paraná no Presidente Vargas, enquanto Lúcio Maranhão vai tentar continuar fazendo vítimas no Serra Dourada, no embate com o Goiás.

O jogo

Jogando sem a pressão de ter que vencer, o ASA-AL começou melhor a partida no estádio Municipal e obrigou o goleiro Dionatan trabalhar bem já aos nove minutos do primeiro tempo. O lance serviu para acordar o Ceará, que a partir de então se arriscou mais ao ataque, mas com pouca objetividade.Presa fácil para a marcação dos donos da casa, o time do Vozão ficava bastante tempo com a bola, porém não conseguia criar jogadas que realmente levassem perigo à meta de Gilson, que foi um mero espectador nos 45 minutos iniciais. E de seu gol, o camisa 1 do ASA-AL viu a equipe abrir o placar no último lance antes do intervalo.

Buscando um gol que te deixasse como o artilheiro isolado do Brasil, Lúcio Maranhão partiu em velocidade pela esquerda, invadiu a área, mas não quis chutar. Vendo Didira melhor posicionado, passou para o companheiro, que driblou Dionatan e tocou para o fundo da rede.

Mas a noite ainda estava reservada para o artilheiro da equipe brilhar. Apesar de o Ceará ter voltado do intervalo ofensivo, foi o ASA-AL quem marcou novamente. Alexsandro driblou pela esquerda e sofreu falta de Daniel Marques, conseguindo pênalti para os donos da casa. Na cobrança, Lúcio Maranhão mostrou que realmente está com o faro apurado para gol e converteu.

Aproveitando do nervosismo do adversário, que viu suas chances de chegar ao G-4 da competição se perderem, e da festa nas arquibancadas para o novo artilheiro do Brasil, o ASA-AL só teve que administrar o resultado. E ainda sobrou tempo para equipe ampliar, aos 47 minutos do segundo tempo, quando Leandro Chaves, após cobrança de escanteio, desviou para o gol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.