Na ocasião, o holandês se revoltou com a ineficiência dos seus companheiros na marcação

As broncas dadas por Seedorf nos treinamentos realizados pelo Botafogo, em Saquarema, ainda repercutem em General Severiano. Embora o incidente tenha acontecido no mês de setembro, o meia Fellype Gabriel voltou a comentar sobre o assunto e defendeu o posicionamento do holandês no episódio.

E MAIS: Seedorf vê Botafogo com “caráter” e faz elogios ao decisivo Bruno Mendes

Fellype Gabriel, meia do Botafogo
Agência O Globo
Fellype Gabriel, meia do Botafogo

Na ocasião, o jogador se revoltou com a ineficiência dos seus companheiros na marcação. O atleta se irritou no centro do gramado e tomou o lugar do técnico Oswaldo de Oliveira ao exigir maior empenho dos seus companheiros. Ao longo de seu discurso, o meia chegou a jogar um copo d’água no chão e precisou ser contido por seu treinador.

A situação, entretanto, não é vista por Fellype Gabriel como um ponto negativo. O meio-campista entende que a personalidade forte de Seedorf é algo produtivo para o Botafogo e deve ser explorada ao máximo para que os jogadores mais jovens possam absorver os conselhos e a experiência que o holandês tem para passar nos treinamentos.

Deixe seu recado e comente a notícia

"O Seedorf é um grande amigo meu. É um cara que está sempre conversando para tentar melhorar as coisas no clube, foi uma grande contratação em todos os sentidos. Só que, como ele tem uma personalidade forte, as pessoas às vezes não concordam. A cobrança deve existir, sim. Temos que falar, isso é uma coisa natural. Só que às vezes a gente precisa saber onde fazer isso. A imprensa não sabe como é nosso dia a dia", declarou o atleta, em entrevista à Rádio Brasil .

Fellype Gabriel também acredita que a repercussão negativa que o episódio tomou foi gerada por pessoas que não vivenciam o ambiente botafoguense e estão desacostumadas com o posicionamento dos atletas nestas questões. "Às vezes, um lance desses pode não parecer o que é, já conversei isso com ele. As pessoas não vivem 24 horas conosco. Sabemos o carinho que há pelo outro, mas às vezes quem está do lado de fora coloca as coisas de maneira diferente."

Com o clima mais ameno em General Severiano, o Glorioso utilizará este fim de semana para trabalhar o preparo físico de seus jogadores. O clube voltará a campo somente na próxima quarta-feira e poderá desfrutar do tempo livre para corrigir alguns erros apresentados na vitória por 3 a 2 sobre o Vasco, na última quinta-feira. O próximo adversário da equipe será o Figueirense, que luta contra o rebaixamento, em Florianópolis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.