Tamanho do texto

Atacante Aloísio reclama da falta de apoio e afirma ainda acreditar na fuga do rebaixamento para a Série B do Brasileiro

Aloísio comemora gol sobre o Grêmio
Gazeta Press
Aloísio comemora gol sobre o Grêmio

Após marcar dois gols na vitória por 3 a 2 do Figueirense sobre o Internacional, resultado que manteve a equipe com esperanças de permanência na Série A, o atacante Aloísio desabafou. O jogador contou que parte da torcida e de membros do próprio Figueirense não o apoiaram em sua trajetória pelo clube.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

"Muitos torcedores e até pessoas ligadas ao próprio Figueirense não acreditavam em mim, mas eu não desisti. Eu confio nesse time e acredito que podemos escapar do rebaixamento", afirmou o atacante.

Aloísio foi revelado pelo Grêmio e passou pelo Chiasso, da Suíça, Caxias e Chapecoense até chegar ao Figueirense, em 2011. O jogador contribuiu com quatro gols na campanha da equipe catarinense no Campeonato Brasileiro daquele ano, mas só em 2012 começou realmente a se destacar.

O atleta de 24 anos foi o artilheiro do Campeonato Catarinense marcando 14 gols no primeiro turno da competição, mas se lesionou no começo do primeiro jogo da final contra o Avaí, que terminou com os arquirrivais do Figueira conquistando o título.

Mesmo sofrendo com lesões no primeiro semestre, Aloísio manteve a boa fase no Campeonato Brasileiro e se firmou como quarto maior artilheiro do nacional com 12 gols marcados apesar da má campanha de sua equipe.

O Figueira ocupa a 19ª posição do Campeonato Brasileiro com 28 pontos conquistados. Na quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), a equipe recebe o Botafogo pela 32ª rodada da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.