Corinthians segue planejamento para Mundial e não se preocupa com Palmeiras

Diretor Edu Gaspar avisou que time vai continuar com o rodízio de jogadores, mesmo no jogo contra o Bahia, adversário direto do Palmeiras na briga contra o rabaixamento

Gazeta |

Futura Press
Edu Gaspar, gerente do Corinthians

O Corinthians encara a sua próxima partida no Campeonato Brasileiro sem muita empolgação. Ao contrário do Palmeiras - seus jogadores já começaram a admitir publicamente que torcerão por uma vitória do rival sobre o Bahia, às 18h30 (de Brasília) de sábado, no Pacaembu, com a intenção de tentar escapar do rebaixamento.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não estamos preocupados com nenhum time do Campeonato Brasileiro, com quem vai ser campeão ou com quem vai cair. A única preocupação é com o nosso planejamento", avisou Edu, gerente de futebol corintiano.

Com 43 pontos ganhos, o Corinthians está longe da disputa pelo título nacional e da briga contra o rebaixamento e só pensa em se preparar para o Mundial de Clubes de dezembro, no Japão. O técnico Tite já promoveu até uma escala de folgas para deixar os seus atletas mais bem condicionados.

Para Edu, os palmeirenses não podem se queixar do planejamento do Corinthians. "O que estamos fazendo não é novidade. Avisamos há bastante tempo sobre as nossas metas no Campeonato Brasileiro. A primeira era o título, mas isso não foi possível. A segunda foi fugir da zona de perigo. Isso foi traçado há meses. Continuamos com a nossa programação, independentemente do adversário", discursou.

Leia mais: Após “entregada” em 2010, Palmeiras precisa torcer pelo Corinthians

Na 17ª colocação, com 29 pontos ganhos, o Palmeiras conta com tropeços do Bahia (que tem 35 e está no 16º lugar) para sair da zona de rebaixamento. O Corinthians, próximo adversário do time baiano, colaborou recentemente com o rival ao vencer o Sport (outro ameaçado) por 3 a 0, no Pacaembu.

"Queremos fazer um grande jogo contra o Bahia, sem nos preocupar com o Palmeiras ou com qualquer outro time. Já vencemos o Sport dessa forma", exemplificou Edu, sem prever como será a reação da torcida corintiana desta vez. "A gente entende e respeita qualquer manifestação."

Em 2010, o Palmeiras perdeu para o Fluminense na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro e prejudicou o Corinthians na disputa pelo título - conforme queria a maioria de seus torcedores. Tite, que agora prega "dignidade" contra o Bahia, ficou bastante irritado na ocasião.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: EduCorinthiansPalmeirasrebaixamentorivalbrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG