Santos promete tomar providências para permitir ambulâncias no gramado na Vila

Rafael Marques sofreu grave acidente, mas ambulância não pôde entrar em campo por causa de degrau à beira de campo

iG São Paulo |

Um choque de cabeça com o companheiro Leonardo Silva, deixou Rafael Marques desacordado por alguns minutos na Vila Belmiro, nesta quarta-feira, no empate entre Santos e Atlético-MG . Os problemas, no entanto, começaram quando a ambulância que removeria o zagueiro não conseguiu entrar no estádio, causando um demora de cerca de dez minutos para que ele fosse levado a um hospital.

Gazeta Press
Rafael Marques sai no carrinho da maca até a ambulância, na Vila Belmiro

Neymar mostra fôlego e brilha, mas Atlético-MG busca empate na Vila Belmiro

"Eu estava vendo o jogo e houve um obstáculo para a entrada da ambulância", explicou Odílio Rodrigues, vice-presidente santista. "O certo seria remover o jogador na maca móvel, já que a ambulância não conseguia entrar".

Segundo informações do médico do clube mineiro, doutor Otaviano de Oliveira Jr, o caso de Marques não preocupa e as devidas precauções já estão sendo tomadas. O atleta foi encaminhado até a Santa Casa de Misericórdia de Santos.

"Passou por exames, fez avaliação com neurocirurgião, não foi detectado nenhuma lesão. Não há perigo de sequelas pelo que acreditamos. Houve uma concussão, perda momentânea dos sentidos. Agora, aguardamos três dias por precaução. Ele permanece internado até amanhã", disse.

O incidente poderia ter sido muito pior, inspirasse a situação do atleta cuidados mais imediatos. Oliveira Jr adverte sobre a gravidade do que aconteceu na Vila Belmiro. "O ideal era que a ambulância pudesse chegar, procuramos transportá-lo com segurança. Fica o alerta para solucionarmos os problemas", alertou.

Rodrigues, porém, garantiu que o clube praiano resolverá a questão o mais rápido possível. "Marcamos reunião para ver o acesso da Vila, para saber o que aconteceu. Nós temos um departamento de patrimônio, de engenharia, uma diretoria de eventos, todos vamos nos reunir amanhã cedo e apurar o que aconteceu para termos explicações", afirmou.

A respeito de uma possível punição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o dirigente santista se mostrou cético. "Eu espero que não, na realidade temos um laudo como qualquer campo de futebol, válido até novembro. O Santos tem a sua praça de esportes liberada"

Por meio de comunicado oficial divulgado no site do Santos, logo após a partida, o clube informou que mantém três ambulâncias no estádio durante as partidas. A diretoria santista também aproveitou para desejar a Rafael Marques uma pronta recuperação.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: santosatlético-mgbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG