Neymar rebate especulações e diz que fica no Santos: “Acreditem em mim”

Atacante santista novamente deixou os boatos sobre a sua saída de lado e afirmou que cumprirá seu contrato com o time paulista

iG São Paulo * |

Gazeta Press
Neymar e Ronaldinho brincam antes do início da partida na Vila Belmiro

Principal atleta do futebol brasileiro na atualidade, o atacante Neymar garantiu, mais uma vez, a sua intenção de não deixar o país antes da Copa do Mundo de 2014. O atacante rebateu a série de especulações da imprensa europeia, que têm apontado o seu futuro para longe da Vila Belmiro. De acordo com o camisa 11 do Santos, ele cumprirá seu contrato com o clube alvinegro, válido até a próxima Copa.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Desde quando eu subi para o profissional, em 2009, sempre falo que vou ficar. Sempre tem boatos, Chelsea, Real Madrid ou Barcelona, e eu sempre falando não, que vou ficar. E vocês (jornalistas) sempre falam que eu vou sair. Então, por favor, eu peço que acreditem na minha palavra uma vez", afirmou Neymar, esfriando os comentários sobre possível transferência para o Velho Continente.

Leia mais:  Golaço de Neymar em seu 200º jogo pelo Santos é destaque na imprensa mundial

Recentemente, o diário catalão Mundo Deportivo destacou que Peixe e Barcelona teriam um acordo para a contratação da Joia santista e que, caso Neymar desejasse romper esse acerto e se transferir para outro clube da Europa, a equipe espanhola receberia uma indenização de 80 milhões de euros (R$ 210 milhões). O também catalão Sport chegou a noticiar uma possível reunião em São Paulo, na qual o atacante teria pedido ao Barça "que o contratasse o quanto antes.

"Quem toma conta da minha vida, da minha carreira, somos eu e o meu pai. A partir do momento em que vocês ouvirem da minha boca que eu vou sair, ou da boca do meu pai, aí podem ter certeza. Enquanto isso, todos podem ficar tranquilos: não vou sair do Santos", concluiu.

Os direitos econômicos de Neymar estão divididos da seguinte forma: 55% do Alvinegro Praiano, 40% do grupo DIS e 5% da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A). Porém, caso a Joia se transfira ao término do seu vínculo com o Santos, nenhuma das partes receberá qualquer tipo de compensação financeira pela negociação.

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: santosneymar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG