Um dia após defender a seleção brasileira, atacante se concentra com o restante do elenco no CT Rei Pelé. Cansado, não sabe se pega o Atlético-MG

Neymar, atacante do Santos
Gazeta Press
Neymar, atacante do Santos

Após ajudar a seleção brasileira a golear o Japão por 4 a 0 nesta terça-feira , Neymar já retornou ao país e está concentrado no CT Rei Pelé com o restante do elenco do Santos . Cansado, o atacante ainda não confirmou se participa do jogo contra o Atlético-MG nesta quarta-feira , na Vila Belmiro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não sei, não sei (se jogo). Estou um pouquinho cansado", disse o atacante, no desembarque no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na manhã desta quarta-feira, após 12 horas de viagem com os seus companheiros de seleção.

Leia mais:  Por "conhecer Neymar", Rafael crê na presença do jogador contra o Atlético-MG

Neymar conversará com o técnico Muricy Ramalho horas antes da partida para relatar se sente apto para ir a campo diante do Atlético-MG. Se o craque for preservado, Bill deve formar ataque ao lado do argentino Miralles.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

A situação é parecida com a que foi vivenciada pelo próprio atacante, em agosto, quando retornou ao Brasil em voo fretado, depois de ajudar a seleção a bater a Suécia, em Estocolmo, e no dia seguinte foi um dos destaques do triunfo do Santos sobre o Figueirense, em Florianópolis.

E mais:  Preocupado com Ronaldinho, Rafael conta com "ajuda" para detê-lo

Caso Neymar jogue contra o Atlético-MG, o atacante completará a marca de 200 apresentações com a camisa santista. Lançado no elenco profissional do Santos no começo de 2009, a Joia balançou as redes em 118 oportunidades pelo clube praiano, além de ter ajudado os santistas a conquistarem seis títulos: três estaduais (2010, 2011 e 2012), uma Copa do Brasil (2010), uma Copa Libertadores da América (2011) e uma Recopa Sul-americana (2012).

Julgamento
Neymar ainda será julgado nesta quarta-feira pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pela expulsão no empate com o Grêmio, no dia 30 de setembro, no Estádio Olímpico. O atleta foi enquadrado no artigo 254-A (praticar agressão física ao adversário), e pode receber uma suspensão de quatro a 12 jogos. O advogado santista, João Vicente Gazolla, irá representá-lo no julgamento.

Apesar disso, mesmo que Neymar seja punido pelo STJD, a pena só pode ser cumprida a partir do dia seguinte ao veredicto. Ou seja, independentemente do resultado do julgamento, o camisa 11 do Santos estará apto para o duelo com os mineiros, vice-líderes do Brasileirão.

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.