Embalada, Argentina tenta aproveitar crise do Chile para seguir na liderança

Equipe comandada por Messi vem animada após vitória contra o Paraguai e tenta continuar na ponta das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa de 2014

iG São Paulo * |

Após a bela vitória diante do Paraguai na última rodada, com atuação brilhante de Messi , a Argentina enfrenta o Chile nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014, às 21h (de Brasília), no Estádio Nacional, em Santiago.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

EFE
Lionel Messi toca na saída de Muslera para fazer o primeiro da Argentina diante do Uruguai

Os argentinos são líderes da competição, com 17 pontos, já os anfitriões tem 12 e hoje teriam que disputar a repescagem contra um representante da Ásia. Alejandro Sabella, técnico da Argentina, sabe que sua equipe pode tentar tirar proveito da situação do Chile, que será obrigado a se expor na luta pelo resultado positivo.

Leia mais:  Higuaín é dúvida para duelo da Argentina contra o Chile em Santiago na terça

"Nós vamos buscar a vitória independentemente da realidade de nosso adversário. A minha preocupação é com a maneira de atuar da Argentina e ser for possível aproveitar alguma fraqueza do Chile nós faremos. Mas acredito em um jogo disputado, pois nosso adversário tem qualidade para inverter o momento que está passando", afirmou Sabella. O craque Lionel Messi, por sua vez, reconhece que um desespero chileno pode facilitar as coisas para os argentinos. "Nós jogamos em velocidade, com homens rápidos na frente e isso pode ser positivo se o Chile ficar muito exposto. Mas não espero nenhum tipo de facilidade", disse Messi.

Confira ainda:  Messi cita Ronaldinho após fazer gol de falta sobre o Uruguai

A Argentina tem duas dúvidas para esta partida. O lateral esquerdo Marcos Rojo, com dores na perna esquerda, e o atacante Gonzalo Higuaín, com dores no joelho direito, podem ficar de fora. Assim, Hugo Campagnaro pode jogar na lateral, enquanto que o nome mais forte para o ataque é o de Hernán Barcos, do Palmeiras.

Pelo lado do Chile, o técnico Claudio Borghi e os jogadores têm evitado o contato da imprensa e entrevistas apenas as que são obrigadas por patrocinadores e competições.

Para este compromisso o Chile tem sérios problemas em seu sistema defensivo. O lateral direito Pablo Contreras e o volante Arturo Vidal, expulsos contra o Equador, e o zagueiro Osvaldo González, advertido com o terceiro cartão amarelo no mesmo jogo, ficam de fora para cumprirem suspensão. Assim, Hans Martínez deve entrar na lateral, enquanto que Marcos González, do Flamengo, é a opção para a zaga. A vaga no meio-de-campo deverá ficar com Manuel Iturra.

Veja outros jogos das Eliminatórias Sul-Americanas nesta terça:

Paraguai x Peru
Venezuela x Equador
Bolívia x Uruguai 

FICHA TÉCNICA
CHILE X ARGENTINA

Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 16 de outubro de 2012 (Terça-feira)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Antonio Arias (Paraguai)
Assistentes: Nicolás Yegros (Paraguai) e Rodrigo Gaona (Paraguai)

CHILE: Miguel Pinto, Hans Martínez, Marcos González, Gonzalo Jara e Mauricio Isla; Marcelo Díaz, Manuel Iturra, Jean Beausejour, Felipe Seymour e Matías Fernández; Alexis Sánchez
Técnico : Claudio Borghi

ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Federico Fernández, Ezequiel Garay e Marcos Rojo (Hugo Campagnaro); Fernando Gago, Javier Mascherano, Ángel Di María e Lionel Messi; Gonzalo Higuaín (Hernán Barcos) e Sergio Agüero
Técnico: Alejandro Sabella

*Com Gazeta

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: argentinachileeliminatórias 2014

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG