De olho no Bahia, César Sampaio torce para Barcos jogar pouco no Chile

Caso esteja à disposição de Gilson Kleina no duelo decisivo pelo Campeonato Brasileiro, o camisa 9 deve entrar na vaga de Obina

Gazeta |

AFP
Barcos treina com a seleção argentina

O gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, assistirá atentamente pela televisão ao jogo entre Chile e Argentina nesta terça-feira, em Santiago, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Na expectativa de que o único representante do time no confronto pouco entre em campo. Com bom humor, o dirigente diz que torcerá para que o atacante Barcos mal seja usado para ter condições de enfrentar o Bahia, na próxima quarta-feira.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Ele não vai gostar muito, mas tomara que não jogue. Liberamos que ele jogue por uns 20 minutos...", brincou o dirigente, relatando que somente o cansaço pode evitar que o centroavante esteja em campo na partida marcada para as 19h30 (de Brasília) em Salvador.

A programação é de que ele se junte à delegação na Bahia. "Já temos tudo alinhavado, depende da condição física dele. Vamos ver se ele vai jogar e quanto tempo joga. Só vamos saber depois do jogo", prosseguiu o gerente de futebol.

Leia mais:  Na luta para fugir da queda, Palmeiras baixa valor de ingressos

Não são esperados problemas logísticos em sua viagem do Chile para Salvador. "A malha aérea do Chile tem mais opções de voo, fica mais fácil", comemorou Sampaio. Barcos deve desembarcar na capital baiana durante a hora do almoço e parte para o hotel da delegação.

Caso esteja à disposição, o camisa 9 deve entrar no lugar de Obina, fazendo o ataque ao lado de Luan. Com o argentino em campo, a lista de desfalques para o decisivo jogo pelo Brasileiro fica reduzida a Thiago Heleno e Juninho, suspensos, Valdivia, Correa, Maikon Leite, Fernandinho e João Vitor, machucados, e Wesley e Daniel Carvalho, que aprimoram a forma física.

Veja também:  Animado com recusa ao Cruzeiro, Palmeiras quer se reunir logo com Alex

Como Henrique e Mauricio Ramos voltam de suspensão, as dúvidas de Gilson Kleina são se Henrique será zagueiro ou volante, dando opção para Leandro Amaro e Román disputarem uma posição ao lado de Mauricio Ramos. No meio-campo, Márcio Araújo e João Denoni são os únicos volantes de origem à disposição, e ainda não foi divulgado se Tiago Real ficará sozinho na armação - Mazinho, que foi mal na derrota para o Náutico, tem chances de continuar.

Antepenúltimo colocado do Brasileiro, a nove pontos do Bahia, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, o Palmeiras, nas contas da comissão técnica, precisa vencer seis das oito partidas que restam para evitar disputar a segunda divisão da liga nacional na próxima temporada.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: palmeirasbarcoseliminatórias

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG