Com três gols de Saucedo, Bolívia goleia o Uruguai nas Eliminatórias

Celeste Olímpica perdeu por 4 a 1 em La Paz e completou quatro partidas sem vitórias

Gazeta |

A seleção do Uruguai segue decepcionando nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2014. Em partida disputada nesta terça-feira, no Estádio Hernando Siles, em La Paz, a Celeste Olímpica foi goleada pela Bolívia, por 4 a 1, e completou seu quarto jogo sem vitórias. O time dirigido por Óscar Tabárez, que já vinha de derrota para a Argentina, voltou a atuar muito mal e não ofereceu resistência à equipe da casa, que conseguiu seu melhor resultado na competição.

Com os três pontos conquistados, a Bolívia chegou aos oito pontos ganhos e subiu para a sétima posição. O Uruguai segue com 12 tentos, na quinta colocação. Saucedo, com três gols, foi o destaque do jogo. As duas equipes só voltarão a jogar em março do próximo ano. O Uruguai receberá o Paraguai enquanto a Bolívia visitará a Colômbia.

Acha que o Uruguai se classifica para a Copa 2014? Opine

AFP
Bolívia não tomou conhecimento do Uruguai e goleou em casa por 4 a 1

A Bolívia começou a partida no ataque e logo aos sete minutos marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, Saucedo se aproveitou da indecisão da zaga uruguaia e, de cabeça, colocou a bola no fundo da rede. A vantagem animou o time boliviano, que quase ampliou aos 14 minutos, em chute de Marcelo Moreno, bem defendido por Muslera. O time dirigido por Oscar Tabarez tentava se organizar para a reação, mas esbarrava na má forma dos seus principais jogadores, como Forlán e Suárez.

Aos 21 minutos, Marcelo Moreno teve outra chance, mas finalizou mal. A Bolívia ampliou aos 26 minutos, em cobrança de falta. Mojica bateu, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Muslera. O treinador uruguaio não esperou o intervalo para mudar e colocou o atacante Cavani no lugar do meia Máxi Pereira e trocou também Gargano por Lodeiro, no meio-campo.

A seleção uruguaia voltou mais agressiva e, no primeiro minuto, Suárez exigiu boa defesa de Galarza. Mas a pressão da equipe visitante não durou muito. Aos cinco minutos, a Bolívia anotou o terceiro gol, com outro de Saucedo, novamente depois de uma cobrança de escanteio. Aos dez minutos, saiu o quarto gol: Cardoso invadiu pela direita e cruzou para Saucedo marcar o seu terceiro gol no jogo.

Abatidos, os uruguaios buscavam forças para reagir, mas seus atacantes continuavam sem inspiração. Aos 21 minutos, Rodrígues conseguiu uma boa conclusão, mas o goleiro Galarza espalmou para escanteio. Na base do desespero, Tabárez trocou o apagado Forlán por Abel Fernandez, alteração que não melhorou a produção da equipe. Mesmo assim, o Uruguai marcou seu único gol, aos 36 minutos, através de Suárez, cobrando falta com categoria. Um minuto depois, Fernández arriscou da entrada da área e a bola explodiu no travessão defendido por Galarza, na última chance real da equipe visitante.

A seleção da Bolívia gastou os últimos minutos da partida trocando passes e gastando o tempo para delírio da torcida, que festejou o resultado inesperado diante de uma das potências do futebol do continente.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: BolíviaUruguaiCopa 2014futebol mundial

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG