Goleiro disse que ainda sente prazer em jogar e que "é muito difícil deixar essa vida" de jogador de futebol

Torcedores fizeram um site pedindo que Ceni continue jogando
Reprodução
Torcedores fizeram um site pedindo que Ceni continue jogando

Rogério Ceni segue sem decidir se irá se aposentar ou não ao final do ano, mas, nesta segunda-feira, o goleiro são-paulino comentou mais sobre seu atual momento. O arqueiro falou sobre a dificuldade em deixar a carreira de jogador.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"É difícil deixar essa vida pra trás. Eu quero, gostaria muito de ter um título antes de encerrar a carreira", afirmou o ídolo tricolor ao comentar sobre as chances da equipe estar na Copa Libertadores do ano que vem em entrevista ao SporTV .

Leia mais: Após consagrar Washington, Jadson torce para que Luis Fabiano seja artilheiro

O são-paulino explicou ainda que hoje, aos 39 anos, se sente mais tranquilo do que nunca para entrar em campo e segue tendo prazer em jogar, mas admitiu que a maior preocupação é com a parte física. "Eu não sei se já defendi melhor do que hoje, mas nunca me senti tão tranquilo para entrar em campo e jogar quanto me sinto hoje. O difícil é você se manter bem todos os dias no treinamento e acompanhar os demais, mas entrar em campo e jogar ainda é uma prazer muito grande", declarou.

Veja também: Fred, Forlán, D. Cavalieri, Seedorf...Quem é o mais gato do Brasileirão. Vote

Rogério Ceni ainda fez diversos elogios ao ambiente de trabalho e à fase atual do São Paulo, que não perde há seis jogos e ocupa a quarta posição do Campeonato Brasileiro. Para ele, o Tricolor Paulista resgatou o futebol de anos atrás.

E ainda: Denilson segue tratamento para lombalgia, mas deve atuar na quinta

"Não sei se estarei no ano que vem, mas fico feliz em ver o São Paulo tendo novamente cara de São Paulo, jogando futebol de primeira linha e tendo um 2013 promissor. É uma pena estarmos tantos pontos atrás do Fluminense porque, se estivéssemos mais próximos, iríamos brigar pela ponta da tabela", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.