Léo fala em aposentadoria, mas Muricy pede tratamento e renovação

Lateral tem a intenção de permanecer no Santos em 2013, mas condicionou extensão do contrato por mais um ano ao tratamento das dores no joelho

iG São Paulo * |

Recuperado de uma lesão na panturrilha esquerda, o lateral esquerdo Léo não entrava em campo pelo Santos desde a conquista da Recopa Sul-Americana, no dia 27 de setembro. Neste domingo, participou dos 90 minutos da vitória por 2 a 0 sobre o Vasco , na Vila Belmiro, e voltou a reclamar de dores no joelho que atrapalham a sequência da carreira aos 37 anos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O experiente ala tem a intenção de permanecer no Santos em 2013, mas condicionou a renovação de contrato por mais um ano ao seu tratamento das dores no joelho. Léo deseja passar por uma artroscopia que o deixaria fora de campo por pelo menos dois meses, mas que exterminaria as dores. Caso o Santos não aceite renovar o vínculo em função da ausência certa nos primeiros meses de 2013, ele encerra a carreira.

Leia também: Muricy vê Santos taticamente forte e sem depender tanto de Neymar

"Converso muito com a comissão, com a direção, e venho fazendo o que tenho que fazer com meu joelho, porque o velhinho ainda dá trabalho. Mas eu compenso muito e sinto as dores. Se for da vontade do Muricy, faço no começo do ano a intervenção cirúrgica. Se não me quiserem, eu pararia de jogar ao fim do contrato", revelou o camisa 3, capitão do Peixe neste domingo.

Veja fotos da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Léo aproveita a oportunidade para fazer o lobby pessoal e garantir que pode atuar por mais uma temporada, em alto nível, como titular do Santos, que briga pelo tetracampeonato paulista logo no início do ano: "Já conversaram comigo, mas vamos ver o que é melhor para mim e para o clube. Meu custo benefício é bem melhor do que de alguns garotos que passam a vida no departamento médico, mas está tranquilo".

Citado por Léo, Muricy Ramalho deseja contar com o veterano lateral esquerdo, mas pede uma palavra médica para que possa contar com o camisa 3 em 2013. "Ele tem que resolver o problema do joelho, porque sabe que vai jogar competições duras, de alto nível. Jogadores do nome que ele tem precisam aguentar. Ele estava jogando demais, não há nada que aguente, precisa jogar dois e descansar um. O que eu recomendo é primeiro procurar um especialista e resolver isso, depois até para renovar é mais fácil".

*Com Gazeta

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: SantosLéoMuricy RamalhoBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG