Estreia do goleiro foi o ponto de virada na campanha do time paulista, que está perto de escapar do rebaixamento

Dida estava sem jogar há dois anos
Divulgação
Dida estava sem jogar há dois anos

Após dois anos sem jogar profissionalmente, Dida precisou de um mês para ficar à disposição na Portuguesa. Mas sua estreia, na sexta rodada do Campeonato Brasileiro, é um marco da campanha do time que, nas contas da comissão técnica, só precisa de mais sete pontos para evitar o rebaixamento. A análise é de Geninho.

Deixe seu recado e comenta notícia com outros torcedores

"A Portuguesa acabou se estabilizando com a chegada do Dida", declarou o treinador durante sua participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo.

Aos 39 anos de idade, o veterano, dono de passagens de destaque por Vitória, Cruzeiro, Corinthians, Milan e Seleção Brasileira, transmite experiência e gera motivação no elenco no cotidiano, na visão do técnico.

"O Dida é um exemplo não só como homem, mas como profissional. É o primeiro a chegar e o último a sair dos treinos. Trabalha como um menino. Não pede para fazer nada a menos, pelo contrário, pede sempre mais", comentou o comandante.

Geninho só não sabe responder se o veterano jogará no Palmeiras em 2013, e desconversa sobre os rumores fazendo graça com o temperamento do goleiro. "É o que falam. Mas para tirar um ‘bom dia’ do Dida no dia a dia é complicado. No jogo ele fala muito, mas fora é muito fechado", apontou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.