Meia-atacante do Manchester United afirma que equipe asiática "precisa assumir mais riscos" no amistoso com os brasileiros

Reuters

Kagawa em ação pela seleção japonesa
Getty Images
Kagawa em ação pela seleção japonesa

Principal jogador do futebol japonês, Shinji Kagawa disse nesta segunda-feira que a seleção do seu país deveria assumir mais riscos no amistoso de terça-feira contra o Brasil, na Polônia. 

Como a seleção japonesa vai se sair no amistoso com o Brasil? Comente

O meia-atacante , contratado há poucos meses pelo Manchester United, marcou o gol da vitória do Japão no amistoso contra a França na sexta-feira, em Paris. Foi a primeira vitória dos asiáticos sobre os franceses em seis confrontos.

Ele disse que o time japonês precisará ser ainda mais ousado contra o Brasil, numa partida que serve para o Japão como preparativo para o confronto contra Omã, em 14 de novembro, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

E mais: Sem Marcelo, Mano tem Castán e Thiago Neves como opções para a esquerda

"Quando você joga contra os melhores times, precisa assumir mais riscos", disse o japonês, de 23 anos, a jornalistas. "Ainda não assumimos riscos suficientes... Não só comigo e Yuto Nagatomo (da Inter de Milão) pela esquerda, precisamos fazer a ligação a partir de trás também."

Brasil e Japão já se enfrentaram oito vezes, e os asiáticos nunca venceram. O último encontro foi na Copa do Mundo de 2006, quando o treinador do time japonês era o ídolo brasileiro Zico. Na oportunidade, o Brasil levou a melhor e venceu por 4 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.