Eduardo Maluf, diretor de futebol, afirma que atleta é reincidente e que sua postura não condiz com o clube mineiro

Danilinho: meia está fora dos planos do Atlético-MG
Divulgação
Danilinho: meia está fora dos planos do Atlético-MG

O diretor de futebol do Atlético-MG , Eduardo Maluf, confirmou que o meia-atacante Danilinho não faz mais parte dos planos do clube. O jogador faltou aos treinos de sexta e do último sábado, e não deu justificativas para diretoria nem para a comissão técnica. Maluf explicou que o atleta é reincidente e que o tipo de postura do atleta não condiz com o Atlético-MG.

Concorda com a postura do dirigente do Atlético-MG? Comente

"Ele é reincidente. No início do ano, sumiu e não deu satisfação para ninguém. Recentemente, nós contornamos um ato dele internamente. E chega uma hora que você tem que mostrar para o elenco qual é o perfil do Atlético-MG. O presidente nos cobra que tudo seja cumprido para os jogadores, pagamento em dia, melhor hotel. Mas ele não abre mão do compromisso do atleta. Danilinho, pela terceira vez, foi reincidente. Não vamos aceitar isso de ninguém e ele está fora dos planos do Atlético-MG", disse Maluf, em entrevista à Rádio Itatiaia .

BRASILEIRÃO: 30ª rodada tem São Paulo no G-4 e viradas de Fluminense e Atlético-MG no fim

O dirigente atleticano esclareceu que após faltar ao treinamento de sexta-feira, o procurador de Danilinho entrou em contato com o Atlético-MG explicando que o atleta teve um problema de saúde com a esposa, mas Danilinho também não apareceu para treinar no sábado. Segundo Maluf, o clube chegou a disponibilizar um médico para tratar a esposa do jogador, mas o atleta não cumpriu o que havia sido combinado.

E mais: Cuca reconhece má atuação do Atlético, mas destaca superação e sorte na virada

"Sexta à noite, por volta de 21 horas, o procurador ligou, dizendo que a mulher tinha uma fratura no joelho e precisava de um médico urgente. O Atlético-MG se colocou a disposição, com um médico de plantão que esperou Danilinho e a esposa até 23h45, e foi embora. O Danilinho não foi. Sábado marcou com o médico e o procurador levaria a esposa e o Danilinho ia aparecer para treinar. Ele não apareceu. O presidente estava presente e tomamos a decisão de tirar o Danilinho", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.