Emerson não corre o risco de ficar fora do Mundial, afirma médico do Corinthians

De acordo com Júlio Stancati, o problema no joelho direito não é grave e atacante ficará em condições de jogo em até um mês

Gazeta |

Na manhã deste domingo, o técnico do Corinthians , Tite, recebeu uma boa notícia do seu departamento médico: Emerson Sheik, que neste sábado saiu de campo carregado em uma maca, no empate com a Portuguesa , por 1 a 1, ficará, no máximo, um mês longe dos gramados. A preocupação era a de que uma lesão grave o impedisse de jogar o Mundial de Clubes, no Japão, em dezembro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Emerson deixou o campo no começo do jogo contra a Lusa

"Se o joelho dele estiver dolorido nesta segunda-feira, nós iremos fazer outro exame. A princípio, ele irá precisar de uma semana. Se for um problema mais sério, um mês. O ligamento deu uma estirada e voltou para o local. Não creio que seja nada grave", explicou o médico Júlio Stancati. "Ele não corre risco algum para o Mundial e uma operação está fora de cogitação", acrescentou.

Leia mais: Lesão de Emerson deixa médico corintiano “um pouco preocupado”

Emerson se lesionou logo no primeiro minuto da partida no Canindé, válida pelo Campeonato Brasileiro. Em dividida com Zé Antônio, o atacante sentiu dores no local e caiu no gramado, tendo que ser substituído mais tarde, aos 19 minutos, depois de tentar retornar ao jogo.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: CorinthiansTiteemersonfutebolmundial de clubes

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG