Triunfo sobre o Bahia deixa time paranaense 11 pontos de distante do primeiro clube dentro da zona do rebaixamento

Jogando em casa, o Coritiba fez sua parte diante do Bahia neste domingo, com uma vitória por 2 a 1 , e diminuiu em muito as chances de ser rebaixado, entrando, inclusive, na briga por uma vaga na Copa Sul-Americana. O meia Lincoln admitiu que, especialmente nos 45 minutos iniciais, o jogo foi complicado, mas o Alviverde soube impor seu futebol na etapa final e buscar os três pontos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O primeiro tempo foi igual, no segundo o Coritiba atropelou. A gente tinha que ter atenção de atacar e defender. O Bahia veio com a intenção de ficar atrás e contra-atacar. Mas soubemos administrar a posse de bola e sair para fazer o gol", analisou o jogador, que pediu continuidade. "Nós devemos conseguir as vitórias para ter tranquilidade. Mas não podemos confundir com morosidade. Tem que ter atenção o tempo inteiro. Manter a pegada e dar sequência", emendou.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Decisivo mais uma vez, mesmo perdendo algumas chances claras, o atacante Deivid destacou a importância do resultado. "Não adiantava nada ganhar do Palmeiras se não tivéssemos aqui um resultado positivo. Atacante é assim. Perdi um gol, não esperava a bola e ela apareceu de repente. Mas tive a oportunidade de fazer o gol. Estou feliz de ter feito o gol e ter dado a vitória. Esperamos contra o Náutico mais uma para ter tranquilidade", projetou.

O volante Gil, entretanto, alerta que, mesmo vivendo uma boa fase, com três vitórias seguidas - Ponte Preta, Palmeiras e Bahia - o Coxa não pode deixar o ritmo cair na sequência. "Agora é procurar mais, não relaxar e achar que essas três vitórias estão boas. Infelizmente demoramos a acordar na competição. Agora vamos pegar o Náutico e depois buscar mais um resultado fora de casa", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.