Tite se surpreende com Superclássico e pede liberação de corintianos

Técnico não sabia sobre a nova data do jogo entre Brasil e Argentina e disse que convocação de jogadores atrapalha preparação do time paulista para o Mundial

Gazeta |

O técnico Tite não gostou de saber que pode perder jogadores para a seleção brasileira na reta final de preparação para o Mundial de Clubes. O treinador do Corinthians ainda não sabia que a Conmebol confirmou o Superclássico das Américas para dia 21 de novembro e, surpreso, tentou esconder sua insatisfação, mas acabou admitindo que espera ter seus jogadores poupados do duelo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Marca Brasil
Tite durante o jogo contra o Flamengo

"Eu não sabia", afirmou o treinador, parando para pensar por alguns segundos. "E agora? Não posso nem falar... Vai ser dia 21 de novembro?", continuou, espantado, enquanto ajeitava o boné na cabeça.

Leia mais: Tite quer repetir time, mas tem dúvida sobre Guilherme e Romarinho

Ao conseguir digerir a informação, Tite manifestou seu desejo de não ter jogadores do Corinthians convocados para o Superclássico, que será disputado no estádio do Boca Juniors, La Bombonera.

Veja ainda: Diretor vê Corinthians pronto e não planeja estrela para reforçar em 2013

"Minha solicitação particular seria que todos do Corinthians não fossem convocados, mas não posso pedir para o Mano, porque não é um assunto de técnico para técnico. É uma conversa de presidente para presidente, ou de vice para diretor. Isso nos atrapalha para o Mundial. Se depender de mim, não serão convocados", afirmou.

Confira ainda: Recuperado, Edenílson se sente em condições de brigar por vaga

Cássio, Ralf, Paulinho e Fábio Santos foram chamados por Mano Menezes nas duas partidas contra a Argentina, que só englobam atletas que atuam no futebol nacional. Com exceção do goleiro, os outros três jogadores estavam entre os titulares do Brasil na vitória por 2 a 1, em Goiânia.

Mais: Chicão volta aos trabalhos com bola, mas não encara a Portuguesa

Já a segunda partida do Superclássico, em Resistencia, não foi disputada por falta de energia elétrica no acanhado estádio. Por isso, o confronto acabou remarcado para 21 de novembro.

Leia mais: Emerson assume infelicidade contra Atlético-MG, mas questiona arbitragem

O problema é que Tite esperava ter todos seus jogadores à disposição nas cinco rodadas finais do Brasileirão, no intuito de embalar antes do Mundial. Se forem chamados para a seleção, os corintianos não perderão jogos do Nacional, mas ficarão fora dos treinos por quase uma semana, o que desagrada o comandante alvinegro, pois existe o planejamento de avaliar todas as variações possíveis para o Mundial.

Por isso, o treinador espera até que os peruanos Guerrero e Ramírez e o argentino Martínez deixem de ser convocados para suas respectivas seleções.

"É importante quantificar a carga de trabalho, fazer dosagem, ganhar entrosamento, aumentar a química entre eles... Nisso, estão inseridos os outros também. Se o Peru não tiver mais condições (nas Eliminatórias), peço para não convocarem. Para a CBF, é relevante que seu representante esteja bem preparado para o Mundial", completou.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG