Itália bate a Armênia no sufoco e se isola na ponta do Grupo B das eliminatórias

Fora de casa, tetracampeã mundial deu chances ao fraco rival, mas venceu com gols de Pirlo, De Rossi e Osvaldo

iG São Paulo |

Getty Images
Pirlo fez de pênalti o primeiro gol da Itália na vitória por 3 a 1 da Itália sobre a Armênia

Com boa atuação de Pirlo e a bola aérea como a principal aliada, a Itália deu mais um importante passo rumo à classificação ao Mundial de 2014, no Brasil. Na tarde desta sexta-feira, a Azzurra não teve facilidades, mas venceu a Armênia por 3 a 1, no Estádio Hrazdan, em Yerevan, pela terceira rodada do Grupo B das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo.

Veja notícias sobre o futebol italiano

No primeiro tempo, a Itália não ligou para a sua condição de visitante e atacou em busca do gol. Logo aos quatro minutos, o meia Pirlo, em cobrança de falta, obrigou o goleiro Berezovski a saltar para fazer ótima intervenção no ângulo direito, evitando a abertura do placar. Seis minutos depois, Mkoyan colocou a mão na bola, o árbitro assinalou pênalti e Pirlo, desta vez, não desperdiçou.

Atrás no placar, a Armênia equilibrou as ações e rapidamente chegou ao gol de empate, aos 27: em rápido contra-ataque, Mkhitaryan invadiu a área e chutou cruzado, sem chances para Buffon, que reclamou do posicionamento de sua defesa. E foi aí que a Azzurra, sem criatividade no meio-campo, passou a investir nas jogadas aéreas, vindas das laterais do campo.

Mesmo assim, os italianos só conseguiram assustar a torcida local com mais uma jogada de bola parada. Quase no final do tempo regular, Pirlo cobrou falta com muito efeito e deu trabalho para a defesa armênia afastar. Giovinco ficou com a sobra, mas pegou mal na bola e desperdiçou ótima chance de colocar o seu time à frente no placar novamente.

Veja fotos dos jogos desta sexta-feira pelas eliminatórias europeias

Querendo os três pontos contra uma seleção mais modesta, a seleção italiana voltou com mais ritmo na etapa complementar, continuando a insistir nas bolas aéreas. E foi justamente desta forma que a Itália ficou em vantagem de novo. Na meia direita, Pirlo deu lindo levantamento para de Rossi, que só teve o trabalho de cabecear para o fundo da rede.

Com a vantagem, a Itália passou a administrar a vantagem, mas começou a sofrer pressão dos empolgados armênios. Foi aí que a bola pelo alto, mais uma vez, acabou com qualquer esperança local: em cobrança de falta, De Rossi colocou na cabeça de Oswaldo, que testou firme para fazer o terceiro gol do seu time e decretar a vitória em Yereva.

Agora, os italianos se isolaram na liderança do Grupo B, com sete pontos, e voltarão a campo na próxima terça-feira, contra a Dinamarca, em casa. A Armênia, por sua vez, estacionou nos três pontos, mas permaneceu próximo à zona de classificação à repescagem.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Eliminatórias 2014Itáliacopa 2014

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG