Para o britânico, que passou por Florian Mayer sem jogar, "descanso" pode não ser bom, já que seu adversário estará mais adaptado às condições da quadra

Murray enfrentará Dolgopolov nas oitavas do Masters 1000 de Xangai
AP
Murray enfrentará Dolgopolov nas oitavas do Masters 1000 de Xangai

O britânico Andy Murray iniciará a disputa dos Masters 1000 de Xangai já nas oitavas de final. Cabeça de chave número três do torneio, ele deveria ter começado a competir na manhã desta quarta-feira, pela segunda rodada, mas não precisou entrar em quadra, pois o seu adversário, o alemão Florian Mayer, abandonou o torneio devido a dores nas costas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No entanto, o campeão do Aberto dos Estados Unidos não acredita que isso tenha sido bom, já que o seu próximo adversário, o ucraniano Alexandr Dolgopolov, já disputou duas partidas nas quadras chinesas.

"Preciso ter certeza de que vou estar suficientemente preparado para fazer um bom papel. Você nunca sabe se é uma coisa boa ou ruim. Meu próximo adversário já vai ter jogado duas vezes nestas condições e eu vou levar um tempo para me adaptar", declarou o escocês.

Atual número 3 da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Andy Murray também falou sobre a luta pelo topo do ranking e disse que acredita que os dois competidores que estão a sua frente alternarão de posição até o final da temporada. O suíço Roger Federer ocupa neste momento a primeira colocação, seguido pelo sérvio Novak Djokovic.

"É muito difícil ele fechar a temporada como número 1. Acho que Novak está muito distante e deve garantir a liderança", avaliou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.