Murray lamenta desistência de adversário em Xangai e teme por sua preparação

Para o britânico, que passou por Florian Mayer sem jogar, "descanso" pode não ser bom, já que seu adversário estará mais adaptado às condições da quadra

Gazeta |

AP
Murray enfrentará Dolgopolov nas oitavas do Masters 1000 de Xangai

O britânico Andy Murray iniciará a disputa dos Masters 1000 de Xangai já nas oitavas de final. Cabeça de chave número três do torneio, ele deveria ter começado a competir na manhã desta quarta-feira, pela segunda rodada, mas não precisou entrar em quadra, pois o seu adversário, o alemão Florian Mayer, abandonou o torneio devido a dores nas costas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No entanto, o campeão do Aberto dos Estados Unidos não acredita que isso tenha sido bom, já que o seu próximo adversário, o ucraniano Alexandr Dolgopolov, já disputou duas partidas nas quadras chinesas.

"Preciso ter certeza de que vou estar suficientemente preparado para fazer um bom papel. Você nunca sabe se é uma coisa boa ou ruim. Meu próximo adversário já vai ter jogado duas vezes nestas condições e eu vou levar um tempo para me adaptar", declarou o escocês.

Atual número 3 da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Andy Murray também falou sobre a luta pelo topo do ranking e disse que acredita que os dois competidores que estão a sua frente alternarão de posição até o final da temporada. O suíço Roger Federer ocupa neste momento a primeira colocação, seguido pelo sérvio Novak Djokovic.

"É muito difícil ele fechar a temporada como número 1. Acho que Novak está muito distante e deve garantir a liderança", avaliou.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: murraymasters 100 de xangai

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG