Após ataque de larvas, estádio do Guaratinguetá é liberado

Clube paulista volta a contar com o Ninho da Garça para tentar fugir do rebaixamento na Série B do Brasileirão

Gazeta |

Futura Press
Jogadores do Guaratinguetá comemoram no Ninho da Garça

Depois de mandar cinco partidas em São José dos Campos em virtude da interdição do estádio Dario Rodrigues Leite, o Guaratinguetá finalmente terá seu campo à disposição para a reta final do Campeonato Brasileiro da Série B.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

O gramado, que ficou interditado pela Federação Paulista de Futebol desde agosto por más condições, sofreu nos últimos dias um ataque de larvas.

A direção do clube promoveu o extermínio das larvas e recebeu a visita de representantes da Federação Paulista de Futebol. No site oficial da entidade, o Ninho da Garça já conta com o selo ‘liberado’ e não mais o ‘interditado’, que aparecia desde a última quinzena de agosto, quando as más condições do gramado obrigaram a FPF ao veto.

Em cinco partidas em São José, o time do técnico Carlos Octávio do Valle obteve três vitórias, diante de Criciúma, Paraná e Bragantino, além de duas derrotas, em partidas contra CRB e Goiás. Neste período, o pífio aproveitamento de uma vitória, um empate e quatro derrotas em seis partidas deixou a equipe na 17ª posição, com 25 pontos - quatro a menos que o CRB, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

A reestreia do Guará diante de sua torcida será na próxima terça-feira, às 21h50 (de Brasília), quando recebe o América-MG em partida válida pela 30ª rodada da Série B. Depois deste duelo, a equipe ainda terá ABC, Guarani, Vitória e Grêmio-SP dentro do estádio Dario Rodrigues Leite.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Guaratinguetásérie b 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG