Para não "ter que orar" depois, Luis Fabiano só aceita vitória contra o Vasco

Atacante do São Paulo, destaque da equipe na vitória no clássico diante do Palmeiras, comentou sobre a importância da partida contra os cariocas nesta quarta

iG São Paulo * |

A dez rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o São Paulo está quatro pontos abaixo do quarto colocado Vasco, adversário desta quarta-feira, e não vê mais margem de erro para se classificar à Copa Libertadores. No confronto direto em São Januário, portanto, só o triunfo interessa.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Vipcomm
Luis Fabiano completa rebote de chute de Lucas e abre o placar para o São Paulo diante do Palmeiras

Quem parte desse princípio é Luis Fabiano, artilheiro e um dos líderes do grupo. Na visão do atacante, que é artilheiro da temporada (26 gols em 32 jogos), nem mesmo um ponto no Rio de Janeiro seria bem-vindo.

Leia mais:  "Foi uma avalanche", diz Luis Fabiano sobre vitória no clássico com o Palmeiras

"Qualquer resultado que não seja a vitória, vamos ter depois que orar e pedir para Deus dois ou três tropeços do Vasco, porque aí a coisa vai complicar muito", disse o atacante, nesta segunda-feira, dois dias após marcar duas vezes na vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras, no Morumbi.

"O momento do Vasco, sem dúvida nenhuma, é muito melhor do que o do Palmeiras. Jogar contra o rebaixamento é muito complicado, a gente percebia isso dentro de campo, eles estavam com medo de tomar gol. O Vasco vive outro momento, vem de vitória. Esse jogo não tem nada a ver com o jogo do Palmeiras", comparou.

Confira ainda:  Reserva na lateral, Douglas pode substituir Lucas diante do Vasco

Uma eventual derrota, de fato, afastaria em sete pontos a equipe do G-4. "Aí seria natural que a gente desanimasse um pouco pelo fato de ficar muito distante e começasse a pensar só na Sul-americana, na qual existe a possibilidade de chegar à Libertadores. Mas, hoje, há confiança, e a gente só pensa na vitória", completou o camisa 9.

Em contrapartida, um triunfo diminuiria para apenas um ponto a diferença para o próprio Vasco. Significaria, ainda, o quinto jogo consecutivo sem revés na competição nacional: nas últimas quatro rodadas, foram três vitórias em casa (sobre Portuguesa, Cruzeiro e Palmeiras) e um empate como visitante (diante do Coritiba).

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: luis fabianosão paulobrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG