Com um a menos, Inter segura pressão e vence Milan por 1 a 0

Clássico de Milão foi decidido com gol do zagueiro Samuel após cruzamento, que deixou a Inter na quarta posição do Campeonato Italiano

Gazeta |

AP
Samuel cabeceia e faz o único gol da vitória da Inter sobre o Milan

Neste domingo, a Internazionale conseguiu importante resultado diante do Milan, no estádio San Siro. Apesar de atuar com um jogador a menos durante quase todo o segundo tempo, o time comandado por Andrea Stramaccioni triunfou por 1 a 0 sobre o adversário, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Italiano, e se manteve na briga pelas primeiras colocações.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O gol que garantiu a vitória da Internazionale aconteceu aos dois minutos, quando Samuel aproveitou cruzamento de Cambiasso e inaugurou o marcador. O Milan ainda tentou igualar o placar, principalmente com Boateng, mas falhou nas oportunidades que teve.

Já no segundo tempo, o japonês Nagatomo foi expulso e, mesmo com um homem a mais e a entrada de Robinho, o time comandado por Massimiliano Allegri não foi capaz de balançar as redes adversárias.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Italiano

Com este resultado, a Internazionale se mantém na quarta colocação na tabela de classificação do torneio, com 15 pontos, quatro a menos que a líder Juventus. Já o Milan, com campanha mais modesta, é o 11º colocado, com sete pontos.

Na sequência do Campeonato Italiano, as duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Milan enfrenta a Lazio, às 10 horas (de Brasília), no estádio Olímpico de Roma, enquanto a Internazionale, no mesmo horário, mede forças com o Catania, no Giuseppe Meazza.

O jogo
Apesar de Stramaccioni optar por entrar em campo com três zagueiros, a Internazionale começou a partida adotando postura agressiva. Prova disso é que logo aos dois minutos, após cobrança de falta de Cambiasso, o zagueiro Samuel aproveitou vacilo da defesa rubro-negra, mergulhou sozinho dentro da grande área e cabeceou para inaugurar o placar.

O gol, no entanto, não tirou o ímpeto ofensivo interista. Quatro minutos depois, o atacante Diego Milito ficou com a bola após Abbiati sair jogando errado, invadiu a área em velocidade e foi travado por Mexés no momento do chute. No rebote, o argentino cabeceou fraco, nas mãos do goleiro adversário, e desperdiçou grande oportunidade.

A partir da chance não aproveitada por Milito, quem começou a dominar as ações do duelo foi o Milan. O primeiro a oferecer perigo ao gol de Handanovic foi Montolivo, que chutou rasteiro de fora da área e jogou a bola próxima a trave direita. Na sequência, aos dezoito minutos, foi El Shaarawy quem desperdiçou a chance de empatar o confronto.

O meio-campista Boateng, principal responsável pela criação de jogadas do time comandado por Massimiliano Allegri, falhou no momento da finalização em três oportunidades, sendo a principal delas aos trinta minutos, quando recebeu passe de Bonera e, no centro da área, chutou a bola para fora.

O Milan poderia ter empatado o embate aos trinta e nove minutos, caso o árbitro Paolo Valeri não anulasse o gol de Montolivo, alegando falta de Emanuelson em Handanovic no começo do lance. Com isto, a etapa inicial terminou com vitória por 1 a 0 da Internazionale.

Já no segundo tempo, o japonês Nagatomo foi expulso aos dois minutos. Em lance sem maiores dificuldades, o atleta asiático colocou a mão na bola, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso por Valeri. Para recompor o setor esquerdo, Stramaccioni optou por colocar Álvaro Pereira na vaga de Cassano.

Mesmo com um jogador a mais, o Milan não conseguiu deixar o marcador em igualdade. Allegri tentou aumentar a ofensividade de sua equipe, trocando os laterais Bonera e De Sciglio por Abate e Robinho, respectivamente, mas não obteve resultado.

O empate quase chegou em dois chutes de Montolivo, principal finalizados do Milan no duelo deste domingo. Em um dos arremates do meio-campista, aos vinte e um minutos, Handanovic soltou a bola e Bojan, sem marcação, dentro da área, escorregou no momento da concluir.

Aos trinta e sete minutos, Robinho invadiu a área interista em velocidade e caiu no chão, pedindo pênalti. Entretanto, Paolo Valeri não marcou nada e provocou irritação dos jogadores rubro-negros, principalmente de Pazzini, que recebeu cartão amarelo por reclamação.

Após pressionar o rival durante quase todo o confronto, o Milan perdeu forças nos minutos finais e não conseguiu marcar o gol que tanto almejou, sendo derrotado por 1 a 0.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: milaninternazionalefutebol mundialitália

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG