Com o resultado, o time paranaense segue em uma colocação intermediária na Série B do Campeonato Brasileiro

O Paraná Clube segue com sua sina de resultados ruins fora de casa e perdeu para o Boa Esporte por 2 a 1, no Estádio Melão, em Varginha, permanecendo em uma colocação intermediária na Série B do Campeonato Brasileiro, ainda com alguma distância em relação ao rebaixamento. Já os donos da casa, com 37 pontos, ultrapassaram a equipe paranista, chegando à 11ª colocação.

A partida começou movimentada e, logo aos quatro minutos, Toninho aproveitou escanteio para testar para as redes. A resposta veio na mesma moeda, com Amarildo, que aos nove minutos deixou tudo igual. Toninho fez mais um aos 15 minutos, testando com liberdade na área.

Na próxima rodada, o Boa Esporte recebe novamente no Estádio Melão, em Varginha, o Criciúma, no sábado. Já o Paraná Clube volta a campo no mesmo dia para encarar o Vitória, em partida marcada para a Arena da Baixada, em Curitiba.

O jogo

O time mineiro conseguiu abrir o placar logo no início da partida, aos quatro minutos, com Toninho, que subiu mais do que a defesa paranista após cobrança de escanteio e testou firme para o fundo das redes. O Tricolor não se abalou e começou a pressionar. Primeiro com Alex Alves, que desviou dentro da área por cima da meta, e finalmente com Amarildo, que aos nove minutos aproveitou falha da zaga para tocar de cabeça por baixo do goleiro e deixar tudo igual.

O jogo era bem disputado, especialmente pelos cochilos das defesas. Aos 15 minutos, o zagueiro Toninho, que fazia sua estreia, novamente apareceu com liberdade na área para cabecear e fazer o segundo dele no jogo. O jogo aéreo era a principal arma dos times em campo. Aos 19 minutos, Marcelo Macedo subiu para completar cruzamento, mas errou o alvo. O Paraná sentiu os segundo gol e estava disperso em campo.

No contra-ataque, o Boa levou perigo, aos 31 minutos, com Vanger surgindo com liberdade para marcar, mas sendo interceptado na hora exata pro Amarildo. Aos 37 minutos, sem conseguir entrar na defesa adversária, Luisinho arriscou de longe e carimbou a zaga. A equipe mineira esperava em seu campo para sair em velocidade. Aos 43 minutos, Neílson invadiu a área e fuzilou na rede, pelo lado de fora.

Na segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. A primeira boa oportunidade foi do Tricolor da Vila, com Arthur, que subiu sozinho na área para tocar de cabeça pela linha de fundo. Aos sete minutos, Lúcio Flávio recebeu passe açucarado de Fernandinho e mandou petardo em cima do goleiro Wilson. Os mineiros responderam com Marcelo Macedo, que bateu no cantinho para defesa de Thiago Rodrigues.

O ritmo da partida caiu bastante, com os times sem força para atacar. O técnico Toninho Cecílio tirou o volante Cambará para a entrada do atacante Nilson, colocando o Paraná no campo ofensivo para pressionar. Aos 26 minutos, Lúcio Flavio fez jogada individual e cruzou para Toninho afastar.

O Paraná perdeu a melhor chance da partida aos 30 minutos, com Arthur, de desviou de cabeça e viu Everton salvar sobre a linha. Na resposta, Vagner recebeu na entrada da área e mandou um míssil para grande defesa de Thiago Rodrigues. O jogo melhorou na reta final. Aos 36 minutos, Karanga teve a chance de fazer o terceiro e parou no goleiro tricolor. Porém, a contagem permaneceu inalterada até o final.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.