Ney Franco exalta 3 a 0 sem erro de árbitro e vê final difícil ao Palmeiras

São Paulo teve atuação impecável em clássico e viu rival ficar seis pontos distante do Coritiba, último time fora da zona de rebaixamento

Gazeta |

O triunfo do São Paulo sobre o Palmeiras, neste sábado, foi indiscutível. O time foi melhor na maior parte do tempo e fez 3 a 0 de forma merecida, sem interferência do árbitro Paulo César Oliveira - contestado previamente pela diretoria palmeirense -, como destacou o técnico Ney Franco ao final do clássico no Morumbi.

"A gente sai com uma vitória convincente nos dois tempos porque os jogadores se entregaram muito. Nossa equipe foi muito bem. A gente sai com extrema felicidade porque fomos merecedores da vitória pelo que mostramos, sem interferência de nada", avaliou o treinador.

O JOGO:  Com dois de Luis Fabiano, São Paulo amplia tabu e freia reação do Palmeiras

"A expulsão (do lateral direito palmeirense Artur, no início do segundo tempo) foi merecida, os gols que fizemos não tiveram erro de arbitragem, foram pela qualidade da nossa equipe. Inclusive o gol de contra-ataque foi treinado durante a semana toda, em exaustão. Nossa vitória foi merecida", ressaltou o são-paulino.

O domínio ficou claro depois do terceiro gol. Com dois jogadores a mais - além da expulsão de Artur, o Palmeiras perdeu Valdivia, machucado, quando já havia feito as três substituições -, o São Paulo diminuiu o ritmo antes da metade da segunda etapa e pôde administrar a vantagem sem grandes sustos à meta do goleiro Rogério Ceni.

LEIA TAMBÉM:  Lucas desfalca São Paulo diante do Vasco; Luis Fabiano é dúvida

"Foi muito inteligente, o time se poupou já pensando no jogo diante do Vasco. Como o campo é muito grande, é difícil bater toda hora no ataque e voltar. Nós valorizamos a posse de bola e até criamos mais três ou quatro situações de gol, só que a bola não entrou", comentou Ney Franco, que, questionado sobre o futuro do Palmeiras, ameaçado de rebaixamento, foi sincero.

"A situação é preocupante. O Palmeiras tem jogadores de qualidade e uma comissão técnica com condição para desenvolver o trabalho e sair dessa condição. Esse jogo deles contra o Coritiba vai ser uma final. Lembrando que já tivemos arrancadas em outros anos. Agora, vai ser um final de campeonato muito difícil para eles", concluiu o também ex-comandante do Coritiba.

MAIS:  Valdívia deixa Morumbi com joelho imobilizado e preocupa médicos

O São Paulo segue na cola do quarto colocado Vasco, que também venceu seu compromisso diante do lanterna Atlético-GO, fora de casa. A distância para a equipe carioca, a última da zona de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores, continua em quatro pontos.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: ney francosão paulopalmeirasbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG