Empate por 1 a 1 contra o Santos manteve o Internacional na sexta colocação, a oito pontos da zona de classificação para a Libertadores

Conquistar um ponto na Vila Belmiro é sempre tarefa árdua, mas desta vez o time visitante não saiu comemorando o empate. Para os jogadores do Internacional, a equipe deixou de conquistar dois pontos neste sábado. O 1 a 1 complica de vez as chances de ir à Libertadores - o time gaúcho está a oito pontos do G4.

O JOGO:  Sem astros da seleção, Santos e Inter ficam no 1 a 1 na Vila Belmiro

"O resultado foi ruim. A gente fez um bom jogo. Começamos mal, mas conseguimos controlar o Santos e fomos melhores no segundo tempo", avalia o lateral esquerdo Kléber. "Perdemos dois pontos importantes para o campeonato", resumiu o argentino Dátolo. Seu conterrâneo Guiñazu preferiu elogiar a atuação do time: "o que a gente fez aqui no segundo tempo não é qualquer time que faz", pondera.

O técnico Fernandão, ao contrário de alguns de seus comandados, não considerou o empate um mau resultado. "Os jogadores apresentaram uma grande determinação, deu orgulho de ver. Mesmo no primeiro tempo, quando fomos pressionados. Não vejo o resultado como ruim", entende o treinador, que projetava ao menos quatro pontos fora de casa contra Cruzeiro e Santos, mas viu sua equipe levar para Porto Alegre apenas dois.

Com 42 pontos, o Internacional está a oito do Vasco, último integrante do G-4, há dez jogos do fim da competição. Na próxima quarta-feira, o Colorado recebe o vice-líder Atlético-MG, no Beira-Rio, pela 29ª rodada.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.