Com gol contra de Ralf no fim, Corinthians perde do Náutico nos Aflitos

Náutico confirmou boa campanha em casa e venceu o atual campeão da Libertadores. Kieza e Ralf (contra) marcaram para os pernambucanos, enquanto Guerrero fez para os paulistas

iG São Paulo * |

O Corinthians não conseguiu se aproximar da pontuação tida como ideal pelo técnico Tite para colocar o foco da equipe na disputa do Mundial de Clubes. Neste sábado, o time paulista foi até o estádio dos Aflitos e segurava o empate diante do Náutico, um dos melhores mandantes nestas 28 rodadas do Brasileirão, até que com um gol contra do volante Ralf, perdeu para o time alvirrubro, por 2 a 1.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Kieza celebra primeiro gol do Náutico contra o Corinthians

Depois de um início morno de jogo, o time da casa abriu o placar em um belo gol de Kieza. O camisa 9 foi lançado por Jean Rolt aos 30 minutos de jogo, driblou duas vezes Fábio Santos, deixou o lateral esquerdo no chão, e bateu sem ângulo, entre as pernas de Cássio, para abrir o placar.

Leia mais:  Com dois de Luis Fabiano, São Paulo amplia tabu e freia reação do Palmeiras

Ainda na primeira etapa, Guerrero aproveitou a bola dividida dentro da área para empatar. Após assustar no segundo tempo, com Kieza, o Náutico chegou à vitória aos 40 minutos do segundo tempo. Rogério fez a jogada pela direita e cruzou. Ralf, que salvara o time paulista ao tirar a bola em cima da linha 15 minutos antes, mandou contra a meta para decretar a vitória dos mandantes em Pernambuco.

Com o resultado, o Corinthians parou nos 39 pontos, ainda a seis da meta planejada por Tite, para deixar o clube em situação tranquila no Brasileiro, sem risco de rebaixamento. O Náutico, por sua vez, tem 37 pontos, sendo que destes, 32 foram conquistados no seu estádio, mostrando a dependência da equipe de atuar diante de sua torcida.

Veja as fotos deste sábado pela 28ª rodada do Brasileiro:

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira. O Náutico desafiará a pressionada Ponte Preta, às 19h30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli. O Corinthians, por sua vez, receberá o Flamengo, no Pacaembu. O encontro está marcado para acontecer às 22 horas (de Brasília).

O jogo
Antes de a bola começar a rolar, um fato inusitado aconteceu nos Aflitos. Paulinho reencontrou seu pai, que estava na arquibancada do estádio e o via há 12 anos, e ficou bastante emocionado. Com o apito de Heber Roberto Lopes, era o Náutico quem tentava tomar a atitude no ataque.

Capitão alvirrubro, Martinez era o que mais aparecia para armar a equipe e foi quem criou a principal chance até então, aos 12 minutos de partida. O camisa 7 aproveitou o rebote na meia-lua e pegou firme. Cássio defendeu no susto e ela sobrou para o meio-campista, que desta vez mandou para fora.

Diante do jogo truncado, eram nas jogadas de bola parada que os times tentavam chegar às metas rivais. Estas, porém, não eram efetivas e o Corinthians respondeu apenas aos 21 minutos. Douglas recebeu no lado direito, ainda fora da área e emendou chute cruzado. A bola passou com perigo, à direita do gol de Felipe.

Gazeta Press
Ralf protege a bola contra a marcação pernambucana nos Aflitos

Veloz nas jogadas pelo lado do campo, o Náutico criou boa chance na esquerda, quando Douglas Santos carregou a defesa rival e cruzou para Araújo. A bola passou do atacante e ele tentou de letra, para corte da zaga alvinegra. Aos 30 minutos, porém, o time da casa fez tudo certo e conseguiu seu gol.

Jean Rolt fez belo lançamento do campo de defesa, para Kieza no lado direito. O camisa 9 dominou no peito, invadiu a área, driblou Fábio Santos duas vezes, deixou o jogador corintiano no chão e, sem ângulo, mandou entre as pernas de Cássio para abrir o placar em Recife (PE). Foi o décimo gol do jogador neste Brasileiro, artilheiro da equipe na competição.

Atrás no placar, a equipe de Tite passou a tocar mais a bola, para tentar encontrar brechas na zaga pernambucana. A cada vez que o time rodava a bola no meio-campo, a torcida dos Aflitos vaiava o rival, que conseguiu seu empate aos 44 minutos. Martínez gerou sobre seu marcador, partiu em velocidade, mas perdeu a bola próximo à área.

Paulinho ainda brigou e, após dividir com a defesa da equipe anfitriã, Guerrero sobrou com a bola, limpa, dentro da área, para tocar na saída de Felipe e empatar o placar nos Aflitos. Ainda com Alessandro, o Corinthians tentou virar em bola cruzada na área, mas a jogada não surtiu efeito e os dois times seguiram para o intervalo empatados.

Na segunda etapa, o ritmo manteve-se morno e os dois times pouco incomodaram os goleiros rivais. Alexandre Gallo ainda decidiu mudar o zagueiro Alemão, que sentira uma lesão na primeira etapa, para entrada de Alison, enquanto Rogério assumiu a vaga de Araújo. A alteração, porém, não deixou o Timbu mais ofensivo.

Tite, por sua vez, tirou Danilo, que fez partida apagada, para a entrada de Edenílson. Diante do ímpeto dos mandantes em aproveitar o fato de atuar em casa, o Corinthians era mais contido e contava especialmente com o armador Douglas para puxar contra-ataques e tentar assustar o goleiro Felipe.

Kieza foi lançado livre de marcação, segundo a arbitragem em condição legal e disparou livre. O camisa 9 dividiu com Cássio, que apenas amorteceu a bola. O volante Ralf se recuperou rapidamente para tirar a bola.

O camisa 5, porém, foi o vilão aos 39 minutos. Rogério fez bela jogada pelo lado direito, desceu em velocidade e cruzou na primeira trave. Ralf tentou se antecipar para tirar o perigo, mas mandou contra a meta do goleiro Cássio e deu números finais à partida, dando a vitória para o Náutico.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)
Data: 6 de outubro de 2012, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Boschilia (PR)
GOLS: Náutico: Kieza, aos 30 minutos do primeiro tempo e Ralf (contra), aos 39 minutos do segundo tempo
Corinthians: Guerrero, aos 44 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Paulinho e Douglas (Corinthians) NÁUTICO: Felipe; Patric, Alemão (Alison), Jean Rolt e Douglas Santos; Elicarlos, Martinez, Souza e Rhayner (Lúcio); Araújo (Rogério) e Kieza
Técnico: Alexandre Gallo

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Wallace (Giovanni), Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Douglas (Cachito Ramírez) e Danilo (Edenílson); Martínez e Guerrero
Técnico: Tite

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: corinthiansnáuticobrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG