Em "guerra", Valdivia tenta vencer Ceni no Morumbi pela primeira vez

Em 5 confrontos contra desafeto, Valdivia perdeu 3 jogos e empatou 2

Gazeta |

Futura Press
Valdivia tenta sair da marcação em jogo do Palmeiras

"O Corinthians é o clássico, o Derby, mas, pelo que vejo desde a minha primeira passagem, Palmeiras x São Paulo é luta mesmo, é guerra." Assim Valdivia definiu o Choque-Rei em entrevista dada em 2011. O clássico que será disputado neste sábado é o que ele mais gosta, ainda mais reencontrando o desafeto Rogério Ceni. O seu desafio neste fim de semana é conseguir algo inédito em sua carreira: bater o São Paulo no Morumbi.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No estádio são-paulino, o "Mago" já conquistou vitórias até fazendo gol diante do Corinthians. Mas o Palmeiras não derrota os tricolores em sua casa há dez anos, tirando do camisa 10 a oportunidade de fazer festa diante do camisa 1 adversário, um dos principais anfitriões do campo.

Leia mais: Valdivia atribui melhora à chegada de Kleina, não à saída de Felipão

Foi no Morumbi que Valdivia disputou seu primeiro Choque-Rei, e perdeu do São Paulo de Ceni por 3 a 1 pelo Paulista de 2007. Ele já enfrentou o rival no estádio tricolor cinco vezes, perdendo três e empatando duas. Diante especificamente do goleiro idolatrado pelo rival, o retrospecto também é ruim: cinco derrotas, dois empates e três vitórias.

Já marcou dois gols em Ceni. Neste sábado, o chileno terá, talvez, a última chance de celebrar diante do ídolo são-paulino, que pode se aposentar em dezembro. O meia iniciou os desentendimentos tirando o goleiro do sério ao vencê-lo na semifinal do Paulista de 2008, no Palestra Itália - gesticulou para que Ceni se calasse e teve seu rosto empurrado -, e continuou a briga fazendo graça ao atrasar um tiro de meta durante o triunfo alviverde no Brasileiro do ano passado, no Pacaembu.

Veja também: Para manter arrancada, Palmeiras precisa quebrar tabu de dez anos contra rival

Devido à recuperação de Ceni de uma cirurgia no ombro direito, os dois ainda não se encontraram em campo neste ano. E Valdivia, por mais que evite acirrar os ânimos em suas entrevistas, não esconde a expectativa de poder, enfim, derrotar um clube rival e um desafeto, ainda mais com a necessidade de vitória para evitar o rebaixamento no Brasileiro.

"Será diferente. Será uma sensação e um gosto diferente ganhar do São Paulo no Morumbi", comentou o Mago, admitindo os obstáculos do duelo deste fim de semana. "Vai ser difícil. Quem não jogou contra eles lá ainda, com certeza vai assumir a responsabilidade e tomar ciência do que significa jogar um clássico no Morumbi e ganhar do São Paulo lá", cobrou.

E ainda: Araraquara receberia mais 3 jogos do Palmeiras, mas clube não confirma

Para tirar o foco de si, o chileno fala coletivamente da esperança de manter a boa fase palmeirense. "Eles vêm bem, mas nós estamos subindo Esperamos que essa ascensão que estamos tendo continue no sábado", falou, tentando, em vão, minimizar a pública rixa com Rogério Ceni. "É Palmeiras contra São Paulo, não é X contra X."

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: valdiviavitóriainéditarogériocenipalmeirasbrasileiro2012morumbi

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG