Palmeiras tenta mudar árbitro de clássico, mas técnico diz não ter problemas

Paulo César de Oliveira foi escolhido para o jogo contra o São Paulo e revoltou diretoria alviverde, mas não incomoda Gilson Kleina

Francisco De Laurentiis | - Atualizada às

O anúncio de que Paulo César de Oliveira será o árbitro do clássico entre São Paulo e Palmeiras , no sábado, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro , revoltou a diretoria alviverde, que tem pedido de veto a ele desde 2010. O diretor jurídico do clube, Piraci Oliveira, postou em seu blog uma lista de jogos em que PCO, como o juiz é conhecido, cometeu erros e expulsou jogadores em jogos alviverdes ao longo de 15 anos. O dirigente ainda disse que fará "o impossível" para vetá-lo do "Choque-Rei".

O árbitro Paulo César de Oliveira deve ser vetado do clássico? Deixe sua opinião!

Getty Images
Árbitro Paulo César Oliveira é a polêmica da vez

"Vou fazer o impossível para esse cidadão estar longe do estádio no sábado. Ele só nos prejudica há anos. De todos estes erros contra o Palmeiras, foi ele quem construiu a maior quantidade", bradou Oliveira, em entrevista à "Rádio Energia 97". O diretor jurídico ainda afirmou em sua conta no Twitter que "não é lógico" que PCO apite o clássico no fim-de-semana.

VEJA:  Palmeiras bate Millonarios e joga por empate para seguir na Sul-Americana

Apesar das reclamações da diretoria, o técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, não entrou em acordo. O comandante disse desconhecer os problemas entre a equipe alviverde e Paulo César, que tiveram seu último episódio na semifinal do Paulistão 2011, quando o clube palestrino foi eliminado pelo Corinthians nos pênaltis. Após a vitória sobre o Millonarios-COL , nesta terça, pela Copa Sul-Americana, Kleina disse que PCO é um dos "melhores árbitros" do país, e aprovou seu nome para o clássico contra o São Paulo.

MAIS:  Padrinho de casamento, Gilson Kleina já dá boas-vindas a Alex no Palmeiras

Francisco De Laurentiis
Kleina fez elogios a Paulo César de Oliveira

"Queria até saber o porquê dessa indignação da diretoria. Teve algum problema anterior (perguntando aos jornalistas)? Acho o Paulo um árbitro sério, um cara que faz bem o trabalho dele, um dos melhores árbitros do país. Vou procurar saber o porquê dessa insatisfação da diretoria, mas não posso falar muito, pois não estou a par disso. Se for o Paulo (o árbitro do "Choque-Rei", temos que respeitar. É um clássico de muita tradição, e se nós, dos times, já temos muita responsabilidade, imagina ele", afirmou Gilson Kleina.

LEIA:  Venda de ingressos para palmeirenses no clássico começa nesta quarta

O jogo contra o São Paulo, no sábado, é encarado pelo Palmeiras como fundamental na briga para fugir do rebaixamento no Brasileirão. Com 26 pontos, o clube do Palestra Itália ocupa a 18ª posição. A diferença para o Coritiba, 16º e primeiro time fora da zona da degola, atualmente é de três pontos. Uma vitória no "Choque-Rei" e uma derrota do Coritiba para a Ponte Preta, junto com pelo menos um empate do Sport com a Portuguesa, podem tirar a equipe de Gilson Kleina no Z4 já na próxima rodada.

Leia tudo sobre: PalmeirasGilson Kleina

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG