Mano brinca com pressão e vê dificuldade para testar jogadores na seleção

Técnico brasileiro disse que há muito tempo não está em "zona de conforto" na seleção brasileira

Gazeta |

Gazeta Press
Mano Menezes não quer mais fazer grandes testes na seleção

Na semana em que disputa o título do Superclássico das Américas contra a Argentina, o técnico Mano Menezes claramente continua longe de desfrutar da confiança da torcida brasileira para a disputa da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014. Mas o treinador não perde o bom humor ao falar das críticas que sofre pelo trabalho à frente da seleção.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Ao ser questionado que teria uma "zona de conforto" para convocar novos atletas, Mano Menezes abriu um largo sorriso. E reconheceu que a sua realidade na seleção brasileira é complicada.

"Primeiro, deve haver uma confusão, não vivo em zona de conforto faz muito tempo", afirmou o treinador. "Então, não sei quando poderei testar outros jogadores e arriscar mais", emendou.

Leia mais: Com atletas da seleção principal, Brasil decide título contra rival sem estrelas

Daqui para frente, Mano Menezes sente que não pode fazer grandes testes na Seleção Brasileira principal. Por isso, trata o Superclássico das Américas com importância limitada, já que pôde desfrutar apenas de uma convocação nacional.

"Esse jogo traz confusão na cabeça do torcedor que pensa que essa Seleção é a principal, e quer exigir o rendimento melhor, mas não existe milagre. Acho que atrapalha um pouco a ideia geral", explica o treinador.

Veja fotos de Resistencia, que receberá o Superclássico das Américas:

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG