Thiago Neves espera que ônibus do Brasil não seja recebido com pedradas

Neste ano, a seleção brasileira sub-20 sofreu ao enfrentar a Argentina na pequena cidade de Resistência

João Pontes - iG São Paulo | - Atualizada às

No primeiro duelo do Superclássico das Américas, disputado em Goiânia, a Argentina não enfrentou qualquer problema com a torcida brasileira. Agora, na partida de volta, nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), em Resistência, os comandados de Mano Menezes esperam ser recebidos da mesma forma.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Thiago Neves: torcida para que pedradas não atrapalhe o espetáculo

No entanto, em junho deste ano, a seleção brasileira sub-20 sofreu ao enfrentar o arquirrival na pequena cidade da Argentina. No caminho para o estádio, o ônibus da delegação do Brasil foi alvo de pedras e latas de cervejas.

Leia também:  "Sem vaidade", Jefferson descarta ser herói em pênaltis contra a Argentina

“É claro que vai ter catimba, mas a gente respeitou a Argentina em Goiânia e esperamos ser recebidos da mesma forma. Dentro de campo, as discussões são normais em um clássico entre Brasil e Argentina. O que não pode é o torcedor jogar pedra e atrapalhar o espetáculo”, comentou Thiago Neves.

Veja ainda: Ralf rejeita mágoa ao ter deficiência citada por Mano Menezes

Segundo o jogador do Fluminense, a convivência maior entre jogadores brasileiros e argentinos contribuiu para o clima de paz dentro de campo na primeira partida do Superclássico das Américas. No fim do jogo, a única confusão foi entre os argentinos e o árbitro – o Brasil venceu a partida com um gol de pênalti nos acréscimos.

E mais:  Jogadores ficam na piscina em primeiro dia de treinos para Superclássico

“Hoje em dia, muitos brasileiros jogam com argentinos na Europa. Aqui no Brasil, também temos muitos jogadores argentinos. O respeito dentro de campo é maior”, explicou.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG