Atacante do Fluminense usa rede social e reclama dos vários defeitos mecânicos de seu carro, avaliado em R$ 475,5 mil

O atacante Fred utilizou o Twitter, nesta terça-feira, para desabafar contra o mau atendimento nas concessionárias de veículos. Só que as reclamações do artilheiro do Fluminense eram voltadas ao serviço prestado pela concessionária da BMW, um dos carros de luxo mais caros no mercado. O atacante comprou recentemente um modelo X6 zero km, avaliado em R$ 475,5 mil, mas que veio cheio de problemas.

Fred posta foto com sua BMW e mostra descontentamento com os constantes defeitos
Reprodução/Twitter
Fred posta foto com sua BMW e mostra descontentamento com os constantes defeitos

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Há algum tempo, comprei uma BMW X6 zero km, q veio cheia de defeitos de fábrica. Depois de muita insistência, consegui que trocassem o motor que voltou da concessionária c/ uma potência muito inferior à original. O ar-condicionado sempre que vai para o conserto estraga novamente 3 dias depois", escreveu o atacante no microblog, revoltado com o que chamou de "descaso" da concessionária. Fred até acabou criando uma hashtag (tipo de palavra-chave utilizada no Twitter), #bmwnuncamais .

Imediatamente, Fred passou a contar com a "solidariedade" de outros internautas, que replicavam as reclamações do atacante e ainda contavam problemas semelhantes que eles também enfrentavam. Até seu ex-companheiro de clube, o atacante Rafael Moura, atualmente no Internacional , fez um comentário na página de Fred. "Falei pra você comprar a Range Rover Vougue", disse o jogador, referindo-se ao utilitário da Land Rover que custa R$ 421 mil.

Veja também: Internauta quer Fred ao lado de Neymar no ataque da seleção brasileira

O fato é que o desabafo de Fred também virou motivo de piadas no Twitter. Vários internautas, ao acompanharem o desenrolar das lamúrias do jogador do Fluminense, começaram a brincar com a situação, tanto que criaram uma outra hashtag para o fato: #classeAAAsofre .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.