Ex-técnico do Chelsea, José Mourinho defende Terry de acusações de racismo

Zagueiro desistiu até de defender a seleção da Inglaterra após ser investigado pela Federação do país

iG São Paulo | - Atualizada às

O técnico José Mourinho, do Real Madrid , saiu em defesa de um ex-comandado do Chelsea , equipe dirigida pelo português entre 2004 e 2007. Em entrevista à rede de televisão "CNN", Mourinho negou que o zagueiro John Terry seja racista. O defensor recebeu punição de quatro partidas da federação de futebol inglesa na quinta-feira, por suposta ofensa racial contra o zagueiro Anton Ferdinand, do Queens Park Rangers, em um jogo da temporada 2011/12 do Campeonato Inglês . Terry, ex-capitão da seleção inglesa que se retirou das disputas internacionais no último domingo, ainda não decidiu se irá apelar da decisão.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Getty Images
José Mourinho e Terry nos tempos de Chelsea

"O Chelsea teve uma equipe na qual 12 jogadores eram africanos", disse Mourinho, que teve passagem vitoriosa pelo Chelsea, com dois títulos da Premier League . "Era um time fantástico e sempre tivemos um ótimo relacionamento com todos eles. Por favor, não digam que ele é racista, porque sei o que estou dizendo". (Os ex-jogadores do Chelsea) Didier Drogba vai dizer, Geremi, Claude Makelele, todos vão dizer que ele não é racista", ressaltou o português.

VEJA:  Após acusação de racismo, Ferdinand deixa Terry 'no vácuo'

Terry foi inocentado de uma acusação de racismo em um tribunal em julho, mas a decisão da FA (Associação de Futebol da Inglaterra, na sigla em inglês) de levar adiante seu próprio caso contra ele foi seguida por sua decisão de deixar de jogar pela seleção da Inglaterra.

MAIS:  Terry alega anuncia aposentadoria da seleção inglesa

Se por um lado apoia seu ex-capitão, o técnico não tentou negar, porém, que Terry tenha ofendido Ferdinand: "Isso pode acontecer durante uma partida de futebol - porque às vezes é mais que um jogo - às vezes você tem reações que não representam o que você realmente é. Provavelmente, ele fez um comentário ou teve uma atitude racista contra um adversário e, como acontece no futebol, olhamos para nossos rivais de forma errada. Mas para pagar, ele tem que ser punido", encerrou Mourinho.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO INGLÊS

Terry atuou na vitória do Chelsea sobre o Arsenal por 2 a 1 , no sábado, porque seu afastamento só entrará em vigor depois de ele decidir se apela ou não.

Leia tudo sobre: Futebol MundialInglaterraChelseaTerry

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG