Treinador, no entanto, admite que Portuguesa perdeu boas chances de gol no final do jogo

O técnico Cuca afirmou, após o empate em 1 a 1 diante da Portuguesa , neste sábado, que o resultado não era o esperado pelo Atlético-MG , mas que também não foi ruim. O treinador argumentou que a igualdade garante o time alvinegro no 2º lugar do Campeonato Brasileiro , somando mais um ponto que, na visão do comandante, pode ser importante na hora de decidir o campeonato.

O Atlético-MG ainda conseguirá conquistar o título do Brasileirão? Opine!

"Acho que, no geral, é um ponto que não era o que a gente queria, mas que lá na frente, pode ser de uma valia muito grande. Vamos esperar as coisas fluírem e temos que dar a nossa arrancada final rumo ao título", disse Cuca, que avaliou o placar como justo pela produção das duas equipes.

VEJA:  Bernard elogia garra, mas admite que Atlético-MG saiu no lucro com empate

"No geral, o resultado foi justo, apesar de a Portuguesa ter dado pressão no final, até pelo desespero e por ter um jogador a mais. Primeiro tempo não foi bom, de muito contato e muitas faltas. No segundo foi diferente, até tomarmos o gol cedo em um lance polêmico. Saímos, perdemos o medo de perder, o que foi bom. Criamos, empatamos e o jogo passou a ser nosso. Comandamos, encontramos a velocidade e a parte técnica fluiu", analisou.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Cuca ainda comentou a mudança feita na equipe após a expulsão do zagueiro Leonardo Silva, quando sacou Marcos Rocha para a entrada de Luiz Eduardo. "Fiz uma troca querendo ganhar o jogo, sabendo do risco de perder. Fiquei com um a menos com Jô, Bernard, Ronaldinho e Guilherme em campo, passando o Serginho para lateral e ficando só o Soutto como volante. Eu tinha que arriscar para poder ganhar", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.