Tamanho do texto

Com o resultado, o Goiás chega aos 52 pontos e se mantém na terceira posição da Série B

Em “aniversário duplo” do técnico Enderson Moreira, que além de ser o aniversariante do dia também completava um ano no comando do Goiás nesta sexta-feira, o Goiás derrotou o Guaratinguetá, fora de casa, por 3 a 0, com atuação decisiva de Ricardo Goulart.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O camisa 9 do Goiás sofreu pênalti de Igor logo aos sete minutos e cobrou para defesa de Saulo, mas foi atrás do rebote para abrir o placar. O meia precisou de apenas mais dois minutos para bater da entrada da área marcar o segundo gol. Vítor ainda ampliou aos 46 minutos da etapa final aproveitando cruzamento de Iarley.

Com o resultado, o Goiás chega aos 52 pontos e se mantém na terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro, agora três pontos a frente do São Caetano, que foi derrotado pelo Paraná por 2 a 1 na rodada.

Confira a classificação da Série B

Já o Guaratinguetá segue na 17ª posição com 25 pontos conquistados, mantendo a distância de três pontos para o CRB, primeiro time fora da zona de rebaixamento, que foi derrotado pelo Criciúma por 3 a 0 também nesta sexta-feira.

O jogo

Mesmo atuando fora de casa, foi o Goiás quem pressionou no início da partida. Aos três minutos, Renan Oliveira puxou contra-ataque e deixou para Egídio finalizar para fora.Quatro minutos depois, Ricardo Goulart sofreu falta de Igor na área. O pênalti foi marcado, o próprio meia do Goiás foi para a cobrança e bateu no canto direito para defesa de Saulo. No entanto, o camisa 9 aproveitou o rebote e abriu o placar do mesmo jeito.

Goulart estava inspirado e precisou de apenas mais dois minutos para colocar o Goiás em posição confortável na partida. Aos nove, o meia recebeu belo lançamento de Renan Oliveira e bateu colocado da entrada da área.

Após o domínio esmeraldino, Harlei foi exigido aos 14 minutos para defender voleio de Fabrício Carvalho na área. Aos 26, quem levou perigo foi Alemão, que cabeceou cobrança de escanteio por cima do gol.

O Goiás só voltou a assustar aos 39 minutos em forte cobrança de falta de Walter que passou com perigo à direita do gol de Saulo. No último lance do primeiro tempo, Renato Peixe cruzou para Fabrício Carvalho pegar de primeira e exigir mais uma boa intervenção de Harlei.

A segunda etapa começou como a primeira, com pressão goiana: aos seis minutos, Renan Oliveira foi lançado por Ricardo Goulart pela direita, invadiu a área e finalizou sem ângulo, mas acertando a trave. No lance seguinte, Goulart pegou forte de fora da área para boa defesa de Saulo.

Quem também arriscou de fora da área foi Vitor, aos 21 minutos, com o mesmo resultado: Saulo se esticando para impedir o 3 a 0. Oito minutos depois, Alemão cobrou falta à direita do gol do Harlei e, aos 43, Lenilson aproveitou sobra em chute do próprio Alemão com Amaral desviando e tirando o perigo.

O Guará, no entanto, não conseguiu diminuir o prejuízo, que foi ampliado por Vítor aos 46 minutos. O lateral esquerdo aproveitou cruzamento de Iarley na área para desviar a bola na saída de Saulo e dar números finais ao jogo.