Borges perde pênalti e Cruzeiro e Internacional ficam no empate

Atacante até converteu na primeira tentativa, mas árbitro mandou voltar e chute saiu por cima na segunda cobrança

iG Belo Horizonte | - Atualizada às

O torcedor celeste que marcou presença neste sábado no estádio Melão, em Varginha, acompanhou um duelo de muita marcação entre Cruzeiro e Internacional , que terminou com empate em 0 a 0, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro . O resultado não agradou nenhum dos dois times, já que ambos ficam ainda mais longe do G4 e de uma vaga na próxima Libertadores. O time azul, ao menos, ficou mais próximo do gol, já que o atacante Borges desperdiçou um pênalti, mandando sobre a meta de Muriel. Ele havia convertido a primeira cobrança, mas o árbitro mandou voltar. Na repetição, o centroavante isolou.

Cruzeiro e Inter ainda vão conseguir lutar por uma vaga na Libertadores? Opine!

Insatisfeito com o rendimento do Cruzeiro nas últimas partidas, o técnico Celso Roth voltou a mudar algumas peças no time celeste, e promoveu as estreias do colombiano Diego Arias e do argentino Martinuccio, além de voltar a escalar o lateral Ceará e o avante Anselmo Ramon, mas não logrou êxito. No clube gaúcho, Fernandão perdeu D’Alessandro, que fez falta para os gaúchos em Varginha.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Futura Press
Borges isolou pênalti e decretou o 0 a 0

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá mais um adversário gaúcho pela frente. A equipe de Belo Horizonte vai visitar o Grêmio, no estádio Olímpico, compromisso marcado para o próximo sábado. Já o internacional vai atuar no mesmo dia, enfrentando o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo
O duelo começou de forma equilibrada, com muita marcação no meio-campo, mas com as duas equipes com objetivos ofensivos bem claros. O Inter apostou nas jogadas em velocidade, principalmente pelo lado direito, já o Cruzeiro procurou trabalhar mais a bola, mas errou muitos passes, facilitando a vida dos marcadores do time gaúcho.

A primeira boa chance de gol nasceu em um cruzamento do lateral Nei para o avante Leandro Damião, que conseguiu o desvio e obrigou o goleiro Fábio a fazer ótima defesa. A resposta do Cruzeiro veio aos dez minutos, em uma disputa de bola entre Nei e Borges, que o árbitro paulista Paulo César Oliveira enxergou pênalti no lance. O próprio Borges fez a cobrança, mas mandou sobre o travessão de Muriel.

Aos 36 minutos, os donos da casa conseguiram uma boa trama ofensiva que terminou com cruzamento de Montillo, que encontraria Borges livre dentro da área, mas a zaga colorada fez o corte com precisão. Aos 41, o Inter teve mais uma excelente oportunidade de abrir o marcador com uma cabeçada de Ygor, que obrigou Fábio a se esticar todo para mandar para escanteio.

Na volta para a etapa complementar o Cruzeiro passou a agredir o Internacional com mais intensidade, principalmente nos protocolares 15 primeiros minutos, mas permitiu que os visitantes criassem algumas chances no contra-ataque. Com este cenário, o jogo ficou mais dinâmico, e a torcida celeste passou a empurrar a time.

A equipe do técnico Fernandão melhorou no jogo após o ímpeto inicial da Raposa, e aos 18, o avante Leandro Damião finalizou com precisão da entrada da área, mas Fábio operou milagre para salvar os mineiros de sofrerem o primeiro gol. Jogador mais perigoso do Inter, Damião travou duelo particular com o arqueiro celeste durante toda a partida.

Na tentativa de melhorar a criação no meio-campo do Cruzeiro, o técnico Celso Roth resolveu promover a estreia do argentino Martinuccio, que fez a Raposa crescer no final do jogo, porém, a pressão dos mineiros não resultou em gol, e a torcida de Varginha teve que se contentar com a igualdade. Borges ainda perdeu uma chance clara de garantir os três pontos, cabeceando com liberdade pela linha de fundo.

FICHA TÉCNICA - CRUZEIRO 0 x 0 INTERNACIONAL
Campeonato Brasileiro 2012 - 27ª rodada 
Local : estádio Melão, em Varginha-MG
Data : 29 de setembro de 2012, sábado
Horário : 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro : Paulo César Oliveira
Assistentes : Marcelo Carvalho Van Gasse e Rogério Pablo Zanardo
Cartões amarelos : Nei, Forlán e Fred (INT)

CRUZEIRO : Fábio; Ceará (Diego Renan), Léo, Thiago Carvalho e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Diego Arias (Souza) e Montillo; Anselmo Ramon (Martinuccio) e Borges  Técnico : Celso Roth

INTERNACIONAL : Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio (Jackson) e Fabrício; Ygor, Guiñazu, Fred e Elton (Lucas Lima); Forlán (Cassiano) e Leandro Damião  Técnico : Fernandão

Leia tudo sobre: CruzeiroInternacionalBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG