Douglas foi sacado por Ney Franco do time paulista, mas preferiu valorizar o elenco do que criticar a escolha de seu treinador

As laterais do São Paulo , em especial a direita, têm sido motivo de preocupação para Ney Franco. No compromisso passado, diante da LDU de Loja, o treinador sacou Douglas, jogador de ofício na posição, para improvisar o zagueiro Paulo Miranda. A modificação, contudo, não abateu o antigo titular.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Douglas preferiu valorizar o grupo do São Paulo, após perder a posição para Paulo Miranda
Vipcomm
Douglas preferiu valorizar o grupo do São Paulo, após perder a posição para Paulo Miranda

"Mostra a força do nosso grupo, porque todos os jogadores que entram estão mostrando seu potencial, ajudando a equipe. Tenho consciência de que o Paulo Miranda é um grande jogador, sempre treinou seriamente. Na hora em que eu tiver oportunidade, vou mostrar meu trabalho novamente", disse Douglas.

Leia mais:  Certo de vaga nas quartas, Denilson lamenta suspensão no Brasileiro

A alteração era cogitada já para o confronto com o Cruzeiro, mas, na ocasião, Paulo Miranda foi forçado a substituir Rafael Toloi, beque que estava suspenso. A intenção de Ney Franco com a mudança é, dentro do esquema com três atacantes, dar mais consistência defensiva ao lado.

Como Douglas tem mais aptidão ofensiva e o defensor correspondeu bem quando improvisado na direita, não houve dúvida. Embora o treinador não tenha adotado formação padrão, a tendência é de que Paulo Miranda seja mais vezes escalado como lateral, principalmente nas partidas em que o São Paulo for visitante.

Confira ainda:  Aconselhado por Ceni, Osvaldo cresce com novo esquema no ataque são-paulino

Além do ex-jogador do Goiás, o outro lateral direito de ofício do elenco é Lucas Farias, de 18 anos. Ao menos por ora, a comissão técnica não dá mostra de que pretende lançá-lo. A explicação é de que, pela idade, o garoto revelado pelo clube poderia ser queimado.

Na esquerda, Cortez não vem sendo substituído por improvisações. Mas o lateral caiu de produção e já foi cobrado por isso. Seu reserva imediato é o também jovem Henrique Miranda, outro atleta formado nas categorias de base são-paulina.

Depois do 1 a 1 com a LDU de Loja, que encaminhou a classificação para as quartas de final da Copa Sul-americana, o São Paulo volta a campo no domingo, quando enfrenta o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, no Couto Pereira. O único treino será no sábado pela manhã.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.