Sem Neymar, Santos pede adiamento de dois jogos do Brasileiro

Destaque do time santista foi convocado para a seleção brasileira novamente e voltará a desfalcar a sua equipe no Brasileiro

iG São Paulo * |

Convocado para defender a seleção brasileira nos amistosos contra Iraque, no próximo dia 11, na Suécia, e Japão, dia 16, na Polônia, o atacante Neymar deve voltar a desfalcar o Santos no Campeonato Brasileiro. Mas para evitar não ter o jogador à sua disposição para compromissos importantes pelo Brasileirão, o time paulista fez um pedido oficial à CBF para que as partidas contra Vasco, dia 14, e Botafogo, dia 17, sejam adiadas pela entidade.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Neymar desfalcará o Santos em duas partidas do Brasileiro

Na solicitação enviada pela diretoria santista, algumas datas vagas foram citadas pelo clube praiano como possibilidades para o encaixe dos jogos em questão. A CBF deve responder nos próximos dias se acata ou não pedido da cúpula alvinegra.

Leia mais:  Confederação dos Bispos do Brasil repudia capa com Neymar crucificado

Enquanto isso, o técnico Muricy Ramalho segue irritado com a situação. O treinador do Santos reconhece que a Seleção precisa contar com os melhores jogadores disponíveis na atualidade, porém, destacou que a entidade que rege o esporte no país precisa encontrar uma solução, para que as equipes sejam menos prejudicadas com as convocações.

Muricy ainda ironizou a declaração do comandante canarinho, Mano Menezes, que havia dito ter sido "generoso" com os times brasileiros, ao convocar apenas um atleta dos clubes que cederam jogadores para os dois próximos amistosos da seleção.

Confira ainda:  Presidente do Barça elogia Neymar: "O jogador que nossos torcedores querem"

"É difícil falar de seleção, pois quando a gente diz alguma coisa, as pessoas ficam bravas. Mas não dá. Ele foi generoso e tirou o Neymar (risos). Todo mundo sabe que ele é um atleta que faz muita falta para a gente, pelo talento que tem e pelo que ele representa. Da mesma forma que o São Paulo, sem o Lucas, vai sentir também. Sabemos que a Seleção ainda não tem um conjunto e o Mano tem que convocar quem deve ser convocado. Isso é importante. Mas pedimos a compreensão da CBF também. Eles podem mudar algumas datas de jogos", disse.

Para cobrar um adiamento das partidas pretendidas pelo Peixe, Muricy Ramalho lembrou que o duelo entre Flamengo e Atlético-MG, disputado e vencido pelos rubro-negros na última quarta-feira, válido pela 14° rodada do Brasileirão, foi reprogramado na tabela pela CBF. A alteração ocorreu devido às más condições do gramado do Engenhão.

"A CBF só precisa ter um pouco de boa vontade, como teve com o Flamengo, naquele problema do campo do Engenhão. Em termos de data, temos opções disponíveis", comentou o treinador santista, antes de reconhecer a queda apresentada pela sua equipe, sem o seu camisa 11.

Com Neymar em campo, o aproveitamento dos alvinegros é de 74,1 %, superior inclusive ao do Fluminense, líder da competição. Sem a Joia, o rendimento do Santos despenca para 25,4 %, inferior até mesmo ao do lanterna Atlético-GO.

Leia tudo sobre: NeymarMuricy Ramalhoseleção brasileira

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG