Henrique diz que Palmeiras já joga fora de casa e não se incomoda com punição

Zagueiro lembrou que time paulista não está jogando no Palestra Itália há um tempo para dizer que possível punição por vandalismo no Pacaembu não fará diferença para o Palmeiras

Gazeta |

Futura Press
Henrique e jogadores do Palmeiras comemoram gol

Nesta sexta-feira, em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Palmeiras pode perder até dez mandos de campo pelos objetos atirados em campo por torcedores na derrota para o Corinthians. E a possível punição não mexe com Henrique. Até por confiar na presença da torcida em qualquer lugar, o defensor lembra que a verdadeira casa do clube, o Palestra Itália, está em reformas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Vivemos jogando fora de casa. A torcida sempre comparece, mas o campo não é o nosso. Não faz diferença nenhuma", apontou o jogador, em discurso semelhante ao adotado pelo técnico Luiz Felipe Scolari quando o time ficou em quinto lugar na fase de classificação do Campeonato Paulista e foi obrigado a ser visitante nas quartas de final contra o Guarani - o Verdão foi eliminado.

Leia mais: Antes de julgamento, Palmeiras já visita Araraquara e Ribeirão Preto

Na luta contra o rebaixamento, Henrique está certo de que ser mandante em Araraquara, a 270 km da capital paulista, ou em Ribeirão Preto, a 313 km de São Paulo, não afastará os torcedores. "Nessa situação em que passamos, a torcida nos ajudar e incentivar conta muito. E onde jogarmos eles estarão apoiando", apostou. Antepenúltimo colocado do Brasileiro, o Palmeiras trabalha com a possibilidade de que o jogo deste sábado, contra a Ponte Preta, será sua despedida no Pacaembu. Algo que não incomoda os atletas, partidários por jogar na Arena Barueri - o que será impossível caso seja confirmada a punição que impedirá o clube de jogar a menos de 100 km de São Paulo.

Veja também: Barcos lamenta calendário no Brasil, mas aposta em colegas no Palmeiras

"O que pesa são os jogadores concentrados, pensando só nas vitórias que almejamos. Independentemente de onde jogarmos, teremos a mesma vontade e determinação", prometeu Henrique, pedindo para que seus colegas deixem de lado qualquer fato que diminua o foco na luta por manter a equipe na primeira divisão.

E ainda: Barcos e Guiñazu são convocados e viram desfalques em "decisões" do Brasileirão

"Já fomos muito prejudicados no campeonato, mas temos que nos preocupar menos com outras coisas e jogar. É esquecer um pouco de tudo isso, assimilar o que o Gilson Kleina fala e jogar futebol para sairmos dessa situação", receitou o camisa 3.

Leia tudo sobre: puniçãostjdhenriquepalmeirasperdabrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG