O Brasileirão é encarado com bastante importância pelo peruano, que vê a chance de ganhar uma vaga na equipe antes da disputa do Mundial de Clubes

O atacante Paolo Guerrero está diante de sua grande oportunidade no Corinthians . Contratado para ser a referência no sistema ofensivo alvinegro, o jogador foi atrapalhado por lesões e demorou a fazer seu primeiro gol, mas não teve sua confiança abalada em suprir a carência de um jogador de área.

E MAIS:  Guerrero usa sertanejo, pagode e funk para aprender português

"Trabalho para ser titular e vim para cá porque o time precisava de um pivô. Agora, vou esperar para ver o que o treinador preferir. Mas sempre joguei como um número nove e, por isso, foram me buscar", ponderou.

Guerrero, atacante do Corinthians
Gazeta Press
Guerrero, atacante do Corinthians

O último atacante de área titular absoluto do Corinthians foi Liedson, que acabou perdendo o posto no decorrer da Libertadores e preferiu deixar o clube. Desde então, Tite se preocupava por ter de jogar sem um centroavante, obrigando Emerson Sheik, por exemplo, a mudar um pouco suas características.

Guerrero é o atacante certo para o Corinthians? Comente esta notícia

A chegada de Guerrero deu ao treinador a opção que esperava para armar o time. Desta forma, apesar de o Corinthians não ter qualquer pretensão no Brasileirão, o campeonato é encarado com bastante importância pelo peruano, que vê a chance de se firmar na competição, antes do Mundial de Clubes.

"Para um atacante, é sempre importante marcar o gol e vou tratar de fazer isso nos próximos jogos, para ajudar o time a conseguir os três pontos", explicou.

Guerrero chegou ao Alvinegro em julho e não conseguiu uma série de partidas, atrapalhado pelas lesões e também pelas convocações para a seleção peruana, que disputa as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.

CONFIRA:  Corinthians precisará de garotos e Zizao para fechar pré-lista do Mundial

"Demorei muito para fazer meu primeiro gol, mas trato de me adaptar muito bem ao time, conhecendo os companheiros. Não é fácil chegar a outro País, isso leva um tempo. O fator mais importante que tem de fazer é jogar bem", acrescentou.

Depois de ter balançado as redes pela primeira vez pelo Timão contra o Botafogo, o atacante será titular nas partidas contra Sport e Náutico. Porém, em seguida, tem grandes chances de ser convocado pelo Peru, desfalcando a equipe de Tite diante de Flamengo, Portuguesa e Cruzeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.