Irritado, Mauro Fernandes pede demissão de jogadores do América-MG

"Estou com vergonha de falar com vocês (imprensa) pelo comportamento do América-MG. Time sem alma, sem brilho", disse o técnico após levar virada do Barueri em casa

Gazeta |

Futura Press
Lance do jogo entre América-MG e Barueri, no Independência, pela Série B

O técnico Mauro Fernandes não poupou críticas ao time do América-MG , derrotado em casa pelo Grêmio Barueri , que até então era o último colocado da Série B do Brasileiro . O comandante do time de Minas se mostrou envergonhado com a atuação da equipe, reconhecendo que o futebol apresentado passou bem longe do que ele esperava. Para Mauro Fernandes, a diretoria deveria dispensar o time todo pelo vexame dado diante da torcida.

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

"O presidente do América-MG tinha que pegar o time todo e mandar embora. Foi uma vergonha o que aconteceu. Além de perdemos para o último colocado, sem o menor menosprezo ao Grêmio Barueru, mas o América-MG pelas pretensões que tem foi vergonhoso. Foi um time sem alma, sem brilho. O Matheus estava em campo pela primeira vez e foi bem. O restante do time pode nivelar por baixo. Estou com vergonha de falar com vocês (imprensa) pelo comportamento do América-MG. Time sem alma, sem brilho", disparou.

Leia mais:  América-MG sofre virada do Barueri e fica longe do G4 da Série B

Mauro Fernandes negou que problemas emocionais estariam atrapalhando o desempenho da equipe americana. Segundo ele, o time é maduro suficiente para não deixar este tipo de coisa interferir no trabalho. O treinador alegou que o motivo da derrota foi a incompetência de todos da equipe, e que neste momento a vontade e de enfiar a cabeça em um buraco e não sair mais.

"Somos profissionais. Aqui não tem nada de problema emocional. Não são crianças, não é time dente de leite e sim adultos que já jogaram em grandes clubes brasileiros e até do mundo. Foi uma incompetência muito grande e estou chateado com tudo o que aconteceu. Cada um, inclusive eu, deve enfiar a cabeça num buraco e nem sair. O que fizemos no jogo foi uma coisa que ninguém aqui vai ter coragem de chegar em casa e olhar para a família", declarou.

Por fim, Mauro Fernandes deixou claro que não existem desculpas para o revés, já que o Grêmio-SP atuou da maneira esperada pelo Coelho. "Sabíamos que o Barueri jogaria dessa forma. Então não tem desculpa. No começo do jogo, falei para eles não darem o contra-ataque de presente. Fizemos o nosso gol logo no início, mas sofremos o gol de empate. Pelo o que o América-MG jogou foi uma lástima", concluiu.

Leia tudo sobre: mauro fernandesamérica-MGsérie B 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG