Após 82 dias no clube, holandês, que era conhecido dos jogadores "apenas pelo videogame", é elogiado e visto como "maior contratação da história" pelo diretor do clube

Seedorf foi o nome da vitória do Botafogo
Futura Press
Seedorf foi o nome da vitória do Botafogo

Nome inquestionável no futebol mundial, o holandês Clarence Seedorf completa nesta quarta-feira apenas 82 dias desde que se apresentou ao Botafogo, mas o holandês já se tornou tão confiável que é visto como uma referência dentro do time, especialmente para os jogadores da base.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Pensamos na chegada de uma estrela como o Seedorf para passar uma boa imagem e trazer um DNA diferente na formação dos nossos jogadores, temos 12 atletas da base no elenco. O Cidinho, uma das nossas revelações, fala com frequência que só conhecia o Seedorf do videogame", afirma o diretor de marketing do Botafogo, Marcelo Guimarães.

Seedorf é reconhecido dentro de campo por sua habilidade e liderança, como ocorreu no empate contra o Corinthians no domingo, quando balançou as redes duas vezes. Fora das quatro linhas, também é exaltado por ser um personagem extremamente preocupado com os resultados do grupo.

Leia mais: Antônio Carlos e Renato podem retornar ao Botafogo para jogo contra o Bahia

Sem dúvida, Seedorf apresenta costumes diferentes dos brasileiros. Em campo, não carrega o vício - visto como irritante por muitos - de apenas cavar as faltas. Titular absoluto da seleção de Mano Menezes, Neymar já foi criticado e classificado como "cai-cai". Na vida particular, o holandês também não se preocupa em usar sua posição de ídolo para virar uma celebridade ou aparecer constantemente nos meios de comunicação.

Até mesmo o lateral direito Alessandro, do Corinthians, se curvou à postura de Seedorf depois do confronto com o adversário no domingo pelo Campeonato Brasileiro. "Eu não o conheço de perto, mas você percebe o que ele representa, é um cara que se cuida e leva o futebol a sério. Todos devem se espelhar em um jogador como esse", diz.

"Maior contratação da história"

O Botafogo se mostra extremamente satisfeito com a aposta na estrela internacional. Muitos poderiam pensar que Seedorf, aos 36 anos, seguiria o exemplo de outros veteranos e chegaria ao Rio de Janeiro apenas para passear e fazer a vontade da mulher brasileira.

Veja também: Botafogo oficializa protesto contra arbitragem de Sandro Meira Ricci

"Foi a maior contratação da história", define Marcelo Guimarães. "Ele tem sido muito importante desde o momento que chegou, entendeu a possibilidade de se aplicar ao máximo pelo clube, fizemos atrações, colocamos uma multidão em sua chegada, mas sem qualquer tipo de confusão", completa.

Desde que viabilizou o negócio, o Botafogo pensou em um ‘plano de desenvolvimento de patrimônio’ para a imagem de Seedorf. Segundo Marcelo Guimarães, a primeira camisa promocional do holandês vendeu cerca de 10 mil exemplares, no dia em que o Engenhão recebeu uma partida com cerca de 20 mil torcedores.

E ainda: Por "desencontro", Jobson perde voo e adia retorno ao Botafogo

Os frutos financeiros no projeto formulado pelo Botafogo não param por aí. "O Seedorf é a estrela do nosso plano de sócio-torcedor. O número de participantes já triplicou com a presença dele nessa ação", revela o diretor de marketing do clube de General Severiano.

Embora com diversas campanhas de marketing, o Botafogo está consciente de que a empolgação só irá continuar até que Seedorf mantenha o bom rendimento em campo. "O torcedor de futebol é um consumidor de arte. O que o leva para o estádio é performance. As promoções são um adereço", reconhece Marcelo Guimarães.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.