Contraprova confirma presença de cocaína em exame de jogador

O ex-palmeirense Max, atualmente no América-RN, agora aguarda julgamento no STJD e pode pegar até dois anos de gancho

iG São Paulo * |

Agência O Globo
Max atuou sem muito sucesso pelo Palmeiras

A contraprova do exame ao qual foi submetido o atacante Max , do América-RN , confirmou a presença de cocaína. O primeiro exame antidoping, feito a partir de amostra da urina do jogador, já havia detectado a droga .

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Com isso, Max, que já jogou no Palmeiras (em 2007), pode cumprir de seis meses a dois anos de suspensão. Ele aguarda julgamento pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). 

O presidente do América-RN, Alex Padang, confirmou a informação e disse que uma reunião com a diretoria vai determinar qual será a linha de ação do clube a partir de agora.

Leia mais notícias sobre doping

Max continua a negar o resultado. O jogador não reconheceu a assinatura no lacre do exame. A situação é delicada, já que o atacante é querido pela torcida do América-RN por conta de gols decisivos.

*Com a Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: américa-rnsérie b 2012maxdopingstjd

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG