Ônibus é revistado e torcedores do Corinthians acabam detidos no RJ

Membros da Gaviões da Fiel levavam pedras, barras de ferro e toras de madeira no veículo

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Trinta e cinco membros da torcida organizada Gaviões da Fiel foram presos em flagrante no final da tarde de domingo, quando se dirigiam em excursão para o estádio olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro, onde o Corinthians empatou por 2 a 2 com o Botafogo . Na altura do município de Piraí, o ônibus dos torcedores passou por uma revista policial que apreendeu pedras, barras de ferro e toras de madeira com pregos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Gazeta Press
35 torcedores foram presos na rodovia Pres. Dutra

Ao todo, 27 objetos perigosos foram apreendidos pela Polícia Militar na fiscalização de rotina realizada na rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. Entre as pessoas detidas em flagrante, três eram menores de idade e foram liberadas, enquanto dez mulheres serão levadas ao presídio feminino de Bangu e os homens para a Casa de Custódia de Volta Redonda.

VEJA:  Após início eletrizante, Botafogo e Corinthians empatam no Engenhão

De acordo com informações da imprensa local, os torcedores serão indiciados por formação de quadrilha, violação do artigo 41 do Estatuto do Torcedor e corrupção de menores, crimes que preveem até dois anos de prisão. O pagamento de dez salários mínimos foi a fiança estabelecida pelo delegado Michel Floroschk, da 90ª DP (Barra Mansa).

MAIS:  Corinthians escapa de mexicano e aguarda adversário da estreia no Mundial

"O simples fato de os torcedores levarem estes tipo de objetos a um evento esportivo já denota a intenção que tinham de praticar atitudes violentas, e isto já é uma infração contra a lei de número 10.671 do código do torcedor", esclareceu Floroschk, em entrevista ao "Diário do Vale".

Leia tudo sobre: Corinthians

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG