Barcos diz que Messi ficou "feliz" ao receber camisa do Palmeiras de presente

Além do atacante do Barcelona, técnico da seleção argentina também foi presenteado com uniforme alviverde

Francisco De Laurentiis - iG São Paulo | - Atualizada às

As boas atuações e os 21 gols marcados pelo Palmeiras em 2012 deram ao atacante Barcos a oportunidade de realizar seu grande defender a seleção argentina pela primeira vez na carreira. Convocado para atuar tanto nas eliminatórias para a Copa 2014 quanto no Superclássico das Américas, o "Pirata" levou camisas da equipe alviverde para presentear o astro Messi , do Barcelona , e o técnico Alejandro Sabella. Segundo Barcos, ambos ficaram muito "felizes" com o regalo .

Você gostaria de ver Messi jogando ao lado de Barcos no Palmeiras? Comente!

Divulgação
Messi posa com o presente dado por Barcos

"Os dois (Messi e Sabella) conheciam bastante o Palmeiras e disseram que ficaram muito felizes pela ação, ainda mais porque não é todo clube que faz isso", disse o camisa 9 palestrino, que também ficou impressionado com o conhecimento demonstrado por Messi sobre o futebol brasileiro: "Falei com ele sobre futebol brasileiro e ele sabe muita coisa do nosso campeonato. Ele é um cara muito inteligente, por isso joga tão bem, e conhecia muito dos times daqui", completou.

VEJA:  Técnico do Palmeiras estipula meta de 8 vitórias para escapar

Sobre a experiência de defender a seleção argentina pela primeira vez, Barcos - que quase se naturalizou equatoriano para jogar pelo país enquanto defendia a LDU, de Quito - afirmou que ficou "satisfeito" com sua atuação no jogo de ida do Superclássico das Américas, na semana passada, mas lamentou a derrota de virada por 2 a 1.

MAIS:  Diretoria pede e técnico do Palmeiras reintegra quatro jogadores afastados

“Gostei, foi um sonho jogar na seleção e eu fiquei muito feliz, sem contar o resultado contra o Brasil. A experiência foi muito boa, me senti muito à vontade dentro de campo e espero seguir aproveitando. No jogo com Brasil, não pude atacar muito, mas tudo bem. Agora, na Argentina, no dia 3 de outubro, precisamos ganhar”, ressaltou.

Leia tudo sobre: PalmeirasFutebol MundialEspanhaBarcelonaMessi

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG