Com gol de Osvaldo, São Paulo vence Cruzeiro e se aproxima do G4

Clube do Morumbi vence dentro de casa por 1 a 0, chega a 42 pontos no Brasileirão e reduz vantagem para o Vasco, quarto colocado

iG São Paulo * | - Atualizada às


Antes de a partida contra o Cruzeiro começar, a torcida do São Paulo que compareceu ao Morumbi na tarde deste domingo fez festa na apresentação do meia Paulo Henrique Ganso , contratado na última semana. Após o jogo, o clima de alegria se manteve graças a Osvaldo. Foi dele o gol que definiu a vitória por 1 a 0 da equipe, que se aproxima da zona de classificação à Libertadores.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Osvaldo comemora gol da vitória do São Paulo no Morumbi

Com o resultado, o São Paulo chega a 42 pontos no Campeonato Brasileiro . Ainda permanece em quinto lugar, mas vê a diferença para o Vasco, quarto colocado, cair para apenas dois pontos. Já o Cruzeiro permanece com 35 pontos e vê a briga por vaga na próxima edição da competição continental mais distante.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

Buscando entrar de vez entre os quatro primeiros, o São Paulo volta a entrar em campo pelo Brasileirão no próximo domingo, quando enfrentará o Coritiba na capital paranaense. Antes disso, na quarta-feira, visita a LDU de Loja, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Sem compromissos no meio de semana, o Cruzeiro receberá a visita do Internacional no sábado.

O jogo

Mesmo estando desfalcado do artilheiro Luis Fabiano, com dores na coxa direita, o São Paulo manteve o esquema com três homens de frente. Willian José foi o substituto do camisa 9 e atuou ao lado de Osvaldo e Lucas, abertos pela esquerda e direita, respectivamente.

Foi o ponta esquerda quem primeiro se destacou. Aos quatro minutos, arrancou em velocidade até a linha de fundo e foi derrubado com falta por Thiago Carvalho. Dois minutos depois, aproveitou recuo mal feito pelo zagueiro Léo e quase tomou a bola do goleiro Fábio.

O Cruzeiro respondeu aos 14 minutos, com boa triangulação ofensiva que chegou de volta a Montillo. O meia argentino invadiu a área, porém adiantou demais a bola e permitiu que o goleiro Rogério Ceni se antecipasse a ele e fizesse o desarme.

Houve outra chance de gol aos 39 minutos, quando Rhodolfo ficou frente a frente com Fábio após cobrança de falta pela meia esquerda. No entanto, além de o zagueiro errar o chute e a bola tocar a trave, a jogada foi parada por impedimento. Na sequência, o são-paulino se levantou e levou a mão à virilha direita, mas seguiu em campo.

Quem se machucou e precisou sair ainda na primeira etapa foi Wellington Paulista. O atacante cruzeirense sentiu incômodo muscular na coxa direita e foi substituído por Borges. No mesmo minuto, o técnico Celso Roth foi obrigado a fazer a segunda alteração, sacando Wallyson, também por lesão, para colocar Souza em campo.

A terceira modificação foi queimada aos nove minutos da etapa final. Mais uma vez por baixa médica, Lucas Silva substituiu Charles, que deixou o campo reclamando de dores. Ney Franco também resolveu mexer, tirando Willian José, que pouco fez, e apostando em Ademilson.

Não demorou muito para o reserva levantar a torcida. Aos 17 minutos, o São Paulo engatou contragolpe pelo lado direito e envolveu a defesa cruzeirense. O último passe chegou pelo alto até Ademilson, que matou a bola no peito e, sem deixá-la cair, arrematou. Fábio se atirou no canto esquerdo e espalmou, evitando o gol.

Cinco minutos depois, Ademilson recebeu de Douglas na intermediária e devolveu de primeira. O lateral cruzou, e Fábio, desavisado de que a bola passaria sem perigo, desviou-a para o meio da área. Osvaldo, melhor jogador do São Paulo até então, pulou sozinho e cabeceou para a rede.

Diante de um oponente que não ameaçava a meta de Rogério Ceni, o São Paulo não teve dificuldade para segurar o resultado. Eufórica pelo placar positivo, a torcida começou a gritar olé bem cedo. Grito que pretende se acostumar quando Ganso puder estrear.

FICHA TÉCNICA -  SÃO PAULO 1 X 0 CRUZEIRO
Local:
Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23 de setembro de 2012 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Cartões amarelos: Maicon, Denilson, Paulo Miranda e Wellington (São Paulo); Thiago Carvalho, Wellington Paulista, Diego Renan, Souza, Tinga e Lucas Silva (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Lucas Silva (Cruzeiro)
Público: 40.457 pessoas (total)
Renda: R$ 1.000.782,00
Gol: SÃO PAULO: Osvaldo, aos 22 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denílson (Casemiro), Maicon (Wellington) e Jadson; Osvaldo, Lucas e Willian José (Ademilson)
Técnico: Ney Franco

CRUZEIRO: Fábio; Léo, Thiago Carvalho, Victorino e Diego Renan; Charles (Lucas Silva), Tinga, Marcelo Oliveira e Montillo; Wallyson (Souza) e Wellington Paulista (Borges)
Técnico: Celso Roth

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: São PauloCruzeiroBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG